Roger Federer

Roger Federer. Crédito: André Valle

TÊNIS NEWS
29/03/2016
13:25
Miami (EUA)

A derrota precoce de Andy Murray no Masters 1000 de Miami, na Flórida, no fim da tarde desta segunda-feira, vai lhe render a perda de 600 pontos no ranking e a aproximação de Roger Federer na tabela a ser jogada na segunda-feira.

O britânico, derrotado por Grigor Dimitrov, defendia a final e ficará com 7815 pontos diante de 7695 do suíço que não jogou ano passado no evento e deve voltar em Monte Carlo dentro de duas semanas mais.

Quem pode ver ainda mais de longe os concorrentes é o sérvio Novak Djokovic. Ele defende 1000 e caso repita a conquista do ano passado ficaria com 16540, diferença maior que o dobro, com 8725 a mais, o equivalente aos quatro títulos de Grand Slam (8000 pontos) mais quase uma conquista de Masters 1000. O sérvio acumulará sua 193ª semana no topo na próxima segunda-feira.

Bellucci cairá - O brasileiro Thomaz Bellucci terá uma pequena queda de pelo menos duas posições. Atual 35º ele vai sendo ultrapassado por João Sousa, de Portugal, e Steve Johnson, dos Estados Unidos. O brasileiro defendia terceira rodada com 45 pontos e soma apenas dez da estreia. O russo Andrey Kuznetsov é ainda uma pequena ameaça a ultrapassá-lo apenas se vencer mais dois jogos e fizer semifinal.