Federer e Nadal de Paris (Foto: MIGUEL MEDINA/AFP)

Federer e Nadal de Paris (Foto: MIGUEL MEDINA/AFP)

TÊNIS NEWS
05/11/2015
15:50
Paris (França)

Depois da brilhante atuação na estreia contra Andreas Seppi, 28º colocado, Roger Federer, segundo do ranking, não conseguiu parar o saque de John Isner, 13º e de 2,08m, sendo eliminado nas oitavas de final do Masters 1000 de Paris, na França.

O suíço foi derrotado por 2 sets a 1 com parciais de 7/6 (7/3) 3/6 7/6 (7/5) após 2h16min na quadra central do Palais Bercy, na capital francesa. Foi o sétimo jogo entre os dois e a segunda vitória do americano.

Federer, que vinha de título na Basileia, na Suíça, sobre Rafael Nadal, perde cedo pela segunda vez em um Masters 1000 - caiu na estreia em Xangai, na China - e segue com apenas uma conquista no torneio, em 2011. Ele agora foca no ATP World Finals, em Londres, torneio com os oito melhores do ano, a partir do dia 15.

Isner vai enfrentar o espanhol David Ferrer, oitavo do mundo, que virou diante do búlgaro Grigor Dimitrov, 29º, com 6/7 (7/4) 6/1 6/4. Dimitrov chegou a ter uma quebra no terceiro set.

O jogo

Na primeira etapa muito equilíbro. Isner teve um 15/40 no meio do set bem salvo por Federer que teve sua chance no 4/4 salvo com um ace a 232km/h pelo americano. No tie-break, um pontinho tirado no serviço do suíço deu vantagem mantida por Isner que fechou por 7/6 (7/3) após direita fora de Roger.
Na segunda etapa Federer salvou três breaks logo de cara, chamou o médico e tomou um remédio. Na volta ele sentiu o tornozelo em uma batida de backhand na movimentação, mas não parece ter afetado, conseguiu a quebra, abriu 5/2 e fechou sacando bem por 6/3 em 38 minutos.

Na terceira etapa Isner voltou a devolver bem, teve um break salvo por Federer e depois aplicou um bom serviço para barrar chance de Roger. O jogo caminhou ao tie-break. Num voleioi lob eficiente, Isner abriu 4 a 1 e depois foi pra cima para ter 6 a 2. Com passada mágica, Roger se desfez de um match-point e depois mais dois no serviço, mas o saque do americano estava afiado e um petardo definiu por 7/6 (7/5) em partisa onde crasvou 27 aces.