Roger Federer

Divulgação

TÊNIS NEWS
01/04/2017
11:30
Miami (EUA)

Após bater o australiano Nick Kyrgios em batalha de 3h10min com parciais de 7/6 (11/9) 6/7 (11/9) 7/6 (7/5), Roger Federer destacou seu poder físico. Ele vinha de vitória em batalha contra Tomas Berdych pelas quartas de final na quinta-feira.

"Quando cheguei à Miami achei que ia me pegar e que uma semi seria um fantástico resultado. Acordei essa manhã me sentindo surpreendentemente bem depois do jogo de ontem. Não tive problemas durante a partida e me sinto bem agora", comemorou Roger que lembrou da derrota em Madri 2015 em três tie-breaks com 14 a 12 no decisivo: "Foi bom vencer dessa vez depois daquele 14 a 12 da última vez, foi o aniversário dos meus meninos, não estava com eles, não foi um bom dia. Estou jogando um tênis criativo, indo pros meus golpes e coisas boas estão acontecendo".

Neste domingo, às 14h, a final será contra Rafael Nadal, 37º jogo entre eles repetindo a final de 2005 no mesmo local que deu Federer em cinco sets (na ocasião os Masters tinham finais melhor de cinco sets): "A final de 2005 contra o Rafa foi o momento de mudança de minha carreira, mostrei para mim mesmo, minha equipe que poderia focar por um longo tempo". O natural da Basileia ainda comentou o terceiro duelo entre ele e seu maior rival no ano: "Sinto como nos velhos tempos, enfrentando ele a cada final de semana".