Roger Federer

Roger Federer em Stuttgart. Crédito: Peter Staples/ATP World Tour

Tênis News
17/06/2016
14:12
Halle (Alemanha)

Principal favorito na chave do ATP de Halle, na Alemanha, onde é heptacampeão, o suíço Roger Federer, terceiro da ATP, encarou o belga David Goffin, 11º, e em jogo duro se garantiu em mais uma semifinal do torneio que é disputado sobre a grama.

O suíço precisou de 1h21 para fechar o placar em 6/1 7/6 (10) tendo convertido seis aces contra dois do belga, que venceu 56% dos pontos jogados com seu primeiro serviço contra 77% de aproveitamento de Federer.

Em um primeiro set abaixo do rendimento esperado e da disputa prevista, Goffin esteve errático, tentando definir pontos rapidamente e sendo pouco efetivo em seus games de saque. Federer, que nada tinha a ver com isso, forçou devoluções e buscou muito entrar em quadra para definir. A tática deu certo, com duas quebras de saque fez 3/0 no placar, viu Goffin devolver uma das quebras trabalhando bem com o forehand e não conseguindo mais nada na parcial. Federer chegou a parcial em 27 minutos de disputa em 6/1 tendo quebrado o serviço do belga as quatro vezes que este sacou na parcial.

O segundo set foi uma nova partida. Firme no saque e agressivo na devolução, Goffin confirmou seu primeiro game na partida e buscou tentar pressionar, conquistando a quebra de saque no quinto game, mas vacilando no game seguinte cometendo erros, tendo a quebra devolvida. O belga ainda salvou três breakpoints no oitavo game adotando uma postura ainda mais agressiva e conquistou a quebra de saque no nono game, sacando assim para o set.

Neste momento de tensão, Goffin não conseguiu executar bem seu forehand e teve o saque quebrado. No décimo primeiro game, arriscando tudo, o belga ainda salvou dois match-points e forçou o tiebreak. Ali, a disputa seguiu dura, com trocas de min-quebras, dois setpoints salvos pelo suíço, que fechou a partida em seu quarto match-point após escolha ruim de Goffin.

Na semifinal, o suíço encara a jovem promessa local Alexander Zverev, de apenas 19 anos, que superou o cipriota Marcos Bagdhatis . Federer e Zverev já se enfrentaram apenas uma vez no circuito profissional, este ano, no saibro do Masters de Roma, onde o suíço levou a melhor em dois sets muito disputados.