Djokovic

(Foto: AFP / KARIM JAAFAR)

Tênis News
18/01/2016
05:06
Melbourne (Austrália)

O líder do ranking da ATP e atual pentacampeão do Aberto da Austrália, Novak Djokovic, teve um bom teste na estreia do torneio contra o jovem coreano Hyeon Chung, 51º da ATP, de apenas 19 anos.

Nole precisou de 1h55 para fechar o placar em 6/3 6/2 6/4 tendo disparado 10 aces contra cinco do coreano, que cometeu 29 erros não-forçados contra 27 de Djokovic, que bateu 40 bolas vencedoras contra 16 de Chung.

Em um primeiro set muito disputado, Chung mostrou porque é considerado um dos principais nomes do futuro do tênis. Sem se importar muito com o rival, o coreano começoua partida agressivo, arriscando bolas na paralela e devolvendo bem os games de serviço. Em dados momentos, Chung colocou Djokovic para correr, mas a experiência do sérvio falou mais alto, ele saiu das cordas pressionado no quinto game e conquistou a quebra de saque no game seguinte. Chung não se rendeu, devolveu a quebra na sequência, mas se arriscou, teve o saque quebrado novamente e viu Nole administrar a vantagem.

Na segunda etapa, Djokovic seguiu seu ritmo intenso e forçando saque, abriu firme na devolução e confirmando quebra de saque, manteve a tática e abriu 4/0 no placar. Chung, não se intimidou, seguiu tentando movimentar o sérvio, forçando o saque e trabalhando com forehand na paralela e em game mais longo da partida, 10 minutos, furou a possibilidade de pneu. Djokovic viu o rendimento do rival aumentar, mas nada que o ameaçasse e administrou a vantagem.

Já na terceira parcial, Djokovic entrou montando na devolução e contando com preciptação do coreano confirmou a quebra de saque e abriu 2/0 no placar. Chung não s deu por vencido, seguiu tentando acelerar a disputa nos games de saque do sérvio e passou a forçar se saque e variar bem como forehand e backhand para confirmar seus games de saque.

Na segunda rodada do torneio, Djokovic aguarda o vencedor da partida entre o francês Quentin Halys e o croata Ivan Dodig