Federer x Djokovic (Foto: GLYN KIRK/AFP)

Federer x Djokovic (Foto: GLYN KIRK/AFP)

TÊNIS NEWS
24/11/2015
11:12
Ponte Vedra Beach (EUA)

A brilhante temporada com onze títulos e quinze finais em 16 torneios fez com que Novak Djokovic se tornasse o primeiro tenista na história a superar a casa dos US$ 20 milhões em premiação e ainda a colar em Roger Federer com maior premiação.

Djokovic finalizou com US$ 18,77 milhões, US$ 2,06 só pela conquista do ATP World Finals pelos torneios e faturou um bônus de US$ 2,825 milhões por ter fechado o ano como número 1 e participado de sete dos oito Masters 1000 obrigatórios do ano.

Ao todo ele recebeu a bagatela de US$ 21,59 milhões, algo em torno dos R$ 75 milhões.

Djokovic alcança pelo quinto ano seguido em torno dos US$ 12 milhões ou mais em premiação e já pode ultrapassar Roger Federer como maior vencedor da história. Ele já está com US$ 94 milhões na carreira enquanto que o suíço soma US$ 97 mi. Federer ganhou US$ 8,6 milhões esse ano , mais que o vice-líder do ranking, Andy Murray que faturou US$ 8,215 mi. Para efeitos de comparação, o brasileiro Marcelo Melo, número 1 nas duplas, recebeu US$ 1,022mi e soma US$ 3,189 na carreira.