HOME - Djokovic x Wawrinka - Masters 1.000 de Paris (Foto: Miguel Medina/AFP)

HOME - Djokovic x Wawrinka - Masters 1.000 de Paris (Foto: Miguel Medina/AFP)

LANCE!
08/01/2016
17:32

O líder do ranking masculino, Novak Djokovic, encontrou resistências no tcheco Tomas Berdych, sexto da ATP, mas venceu em sets diretos e faz em Doha, no Qatar, sua 16ª final consecutiva. Ali, Nole faz o clássico contra o espanhol Rafael Nadal.

Djokovic precisou de 1h47 para fechar o placar em 6/3 7/6 (3) tendo convertido quatro aces como seu rival, que venceu 70% dos pontos jogados com sue primeiro serviço contra 77% de aproveitamento do sérvio.

Os tenistas abriram a partida trocando quebras de saque. O jogo de ambos encaixou e os erros dos primeiros games foram se dissipando. Firme no saque, Berdych tentou ser mais agressivo nas devoluções, até conseguiu vencer pontos, mas não ameaçou mais o serviço de Djokovic, que conquistou quebra ao ser agressivo com forehand no oitavo game e sacou para fechar a primeira etapa.

O segundo set foi duro para os dois tenistas, que sacaram pressionados e buscando manter seus serviços. Berdych salvou dois breakpoints no quinto game, enquanto Djokovic salvou chances de quebra no sexto e décimo game. Sem quebras, o set foi ecaminhado para o tiebreak.

Ali Djokovic foi soberano. Melhor nas devoluções e também nos saques abriu 4/0 com dois mini-breaks e administrou vantagem no placar para com belo saquee definição de forehand fechar a partida.

Na grande final em Doha, Djokovic encontrará Rafael Nadal. O confronto será um tira-teima entre os dois tenistas, que jogaram 46 vezes contra e cada um venceu 23 partidas. De todas, 13 foram finais de torneios, 13 vencidas por Nole e dez por Rafa. Entretanto, este será o primeiro encontro entre eles nas quadra de Doha.

Esta será a 16ª final consecutiva jogada pelo sérvio.