Tênis - Djokovic e Murray

(Foto: AFP / PEDRO ARMESTRE)

Tênis News
28/05/2016
17:40
Paris (França)

Depois de duas partidas com nervosismo e altos e baixos, Novak Djokovic finalmente mostrou seu tênis intenso e regular na terceira rodada neste sábado para garantir vaga sem sustos nas oitavas de final de Roland Garros, único Grand Slam que não possui.

O número 1 do mundo derrotou o esloveno que joga pela Grã-Bretanha, Aljaz Bedene, 66º, por 3 sets a 0 com parciais de 6/2 6/3 6/3 em duelo que terminou às 21h30min no horário local e vai enfrentar o espanhol Roberto Bautista Agut, 14º favorito e 16º do ranking, que superou em três sets o croata Borna Coric. Djokovic lidera por 4 a 0 nos encontros.

Djokovic emplaca sua vitória 217 em Grand Slams e 51ª em 62 jogos no Aberto da França onde foi vice-campeão em 2012, 2014 e 2015.

O jogo

O dia não começou bem para Nole. Diante das chuvas e um raio que caiu e prejudicou a transmissão na Philippe Chatrier, seu jogo foi transferido para a Suzanne Lenglen. Mas a desistência repentina de Jo Tsonga e o atraso de Venus Williams na Lenglen trouxeram Djokovic de volta para iniciar seu embate às 19h15 no horário de Paris.

Com somente pouco mais de duas horas de luz natural para jogar, Nole não quis oscilar, entrou firme, intenso. Teve games bem trabalhados com a competência e firmeza do rival, mas tratou de quebrar duas vezes dominando as ações por 6/2.
Djoko abriu 5/1 com duas quebras no segundo set, Bedene lutou, devolveu uma das quebras forçando o erro do sérvio e só conseguiu fechar por 6/3.
Na terceira etapa, com o cair da noite, era visível a pressa do líder. Abriu 2/0 comemorando muito após salvar break e mudava de lado rapidamente, encurtando a duração dos pontos. A pressa não o ajudou, foi quebrado em 2/2, mas Bedene retribuiu a gentileza, foi quebrado a seguir e nole abriu 4/2 e conduziu bem até fechar com dois erros bobos de Aljaz no fundo. Nole fechou por 6/3 pedindo pelo amor de Deus para que a organização não paralisasse o jogo por falta de luz no último game.