icons.title signature.placeholder TENIS NEWS
icons.title signature.placeholder TENIS NEWS
19/08/2015
20:02

Alguns dias após ser derrotado pelo britânico Andy Murray na final do Masters 1000 de Montréal, o sérvio Novak Djokovic, líder do ranking da ATP, teve uma estreia trabalhosa contra o francês Benoit Paire. A partida teve parciais de 7/5 e 6/2 em 1h45 de disputa.

Djokovic iniciou a corrida na busca de seu primeiro título no torneio americano com uma vitória suada, apesar do que sugere o placar, contra o francês Benoit Paire. Apesar de não ter nenhum título em Cincinnati, Djokovic acumula quatro vice-campeonatos, dois contra Roger Federer e dois contra Andy Murray.

A partida teve seu início atrasado em quase 1h30 por causa das chuvas que caíram no complexo. Após um primeiro game de saque complicado para o sérvio, que teve que sair de 0/30 e um game tranquilo para o francês, a chuva voltou a interromper a partida por quase 10 minutos. Ambos seguiram mantendo seus serviços, até que no sétimo game Djokovic jogou um backhand no pé da rede e perdeu seu saque, vendo Paire abrir 4/3. O francês, no entanto, não conseguiu confirmar a quebra e perdeu seu saque em seguida. Vencendo por 5/4, Djokovic teve chances de fechar o set no 10º game, mas Paire lutou por 15 minutos e conseguiu empatar a parcial. O esforço do francês, no entanto, não rendeu os mesmos frutos no 12º game e Djokovic venceu o set por 7/5.

Sem repetir o sufoco do primeiro set, Djokovic rapidamente conquistou uma quebra no segundo set e abriu 2/0 no placar. Ao contrário do primeiro set, desta vez foi Djokovic quem não conseguiu manter seu saque e acabou quebrado logo em seguida. O sérvio teve nova quebra no sexto game e abriu 4/2 sem problemas. Ele voltaria a quebrar o saque do francês no oitavo game para fechar a parcial em 6/2 e se garantir nas oitavas de final.

Djokovic agora encrara o belga David Goffin, que derrotou o canhoto espanhol Fernando Verdasco por 6/4 e 7/6 (7-4). O sérvio venceu os dois duelos anteriores contra o belga de 24 anos e número 14 do mundo e não perdeu nenhum set.

Alguns dias após ser derrotado pelo britânico Andy Murray na final do Masters 1000 de Montréal, o sérvio Novak Djokovic, líder do ranking da ATP, teve uma estreia trabalhosa contra o francês Benoit Paire. A partida teve parciais de 7/5 e 6/2 em 1h45 de disputa.

Djokovic iniciou a corrida na busca de seu primeiro título no torneio americano com uma vitória suada, apesar do que sugere o placar, contra o francês Benoit Paire. Apesar de não ter nenhum título em Cincinnati, Djokovic acumula quatro vice-campeonatos, dois contra Roger Federer e dois contra Andy Murray.

A partida teve seu início atrasado em quase 1h30 por causa das chuvas que caíram no complexo. Após um primeiro game de saque complicado para o sérvio, que teve que sair de 0/30 e um game tranquilo para o francês, a chuva voltou a interromper a partida por quase 10 minutos. Ambos seguiram mantendo seus serviços, até que no sétimo game Djokovic jogou um backhand no pé da rede e perdeu seu saque, vendo Paire abrir 4/3. O francês, no entanto, não conseguiu confirmar a quebra e perdeu seu saque em seguida. Vencendo por 5/4, Djokovic teve chances de fechar o set no 10º game, mas Paire lutou por 15 minutos e conseguiu empatar a parcial. O esforço do francês, no entanto, não rendeu os mesmos frutos no 12º game e Djokovic venceu o set por 7/5.

Sem repetir o sufoco do primeiro set, Djokovic rapidamente conquistou uma quebra no segundo set e abriu 2/0 no placar. Ao contrário do primeiro set, desta vez foi Djokovic quem não conseguiu manter seu saque e acabou quebrado logo em seguida. O sérvio teve nova quebra no sexto game e abriu 4/2 sem problemas. Ele voltaria a quebrar o saque do francês no oitavo game para fechar a parcial em 6/2 e se garantir nas oitavas de final.

Djokovic agora encrara o belga David Goffin, que derrotou o canhoto espanhol Fernando Verdasco por 6/4 e 7/6 (7-4). O sérvio venceu os dois duelos anteriores contra o belga de 24 anos e número 14 do mundo e não perdeu nenhum set.