Djokovic e Murray Xangai - Tênis

(Foto: WANG ZHAO/AFP)

TÊNIS NEWS
02/11/2016
21:04
Paris, França

Com Andy Murray correndo no seu encalço em busca da liderança do ranking, Novak Djokovic fez sua estreia no último Masters 1000 do ano, em Paris. O sérvio comentou sobre as condições da quadra e sobre seu posicionamento em relação à disputa pelo topo.

Djokovic teve vida fácil contra o luxemburguês Gilles Muller, ao vencê-lo por 6/3 6/4, em apenas 1h21 de partida. Após a partida, o sérvio falou do que achou da quadra neste primeiro dia de sua participação no torneio.

"Eu achei as condições mais rápidas que no ano passado”, comentou o sérvio. “Desde o início, eu encontrei um bom ritmo. Eu gosto de jogar no fundo, então foi bom para começar dessa maneira. Também ganhei um monte de pontos com meu saque.

Quando perguntado sobre a briga pela liderança do ranking com Andy Murray, Djokovic foi bem direto.

“Meu foco está em jogar uma partida após a outra e ter o máximo de qualidade e valor no meu jogo. Eu sei que se for desta forma posso desafiar qualquer um no mundo, em qualquer superfície e em qualquer condição,” disse Djokovic. “Estou bem satisfeito com a forma como as coisas correram em quadra hoje. É tudo em que eu vou focar agora.”

Na próxima rodada, Djokovic encara o nº 14 do mundo Grigor Dimitrov. O sérvio lidera o confronto direto por 5-1, mas eles não se enfrentam há dois anos.

“Acho que Grigor é um jogador muito talentoso. Ele tem estado no circuito há alguns anos e está obviamente mais experiente. Ele tem uma ótima ética de trabalho e está sempre tentando melhorar seu jogo,” disse Djokovic. “Ele pode machucar qualquer jogo com seu serviço e seu forehand. Tenho certeza que ele estará muito motivado para jogar amanhã.”