Novak Djokovic - ATP Doha (Foto: Karim Jaafar/AFP)

Novak Djokovic - ATP Doha (Foto: Karim Jaafar/AFP)

Tênis News
08/11/2015
16:02
Paris

Após conquistar o título do Masters de Paris, na França, pela quarta vez na carreira, o sérvio Novak Djokovic conversou com a imprensa, falou da partida final, comentou sua rivalidade com Andy Murray, e confessou que segue na busca pela excelência.

"Tenisticamente e psicologicamente estou no meu auge", comentou o sérvio dono de 26 títulos de torneios do Masters 1000 que tem comentado que tem vivido em 2015 a melhor temporada de sua carreira, melhor ainda que a temporada 2011 em que esteve invicto por mais de 50 partida.

Em 2015 Nole já faturou dez troféus, seis deles em Masters e outros três em Grand Slams (Australian Open, Wimbledon e US Open, além de ter sido vice-campeão em Roland Garros, mas acredita que pode melhorar e alcançar novos recordes. "Eu sigo determinado em melhorar e me tornar ainda melhor", declarou o pupilo do alemão ex-número um do mundo Boris Becker.

"Ninguém é perfeito, mas buscando a perfeição alcançamos a excelência", filosofou o sérvio.