Djokovic (CLIVE BRUNSKILL / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP)

Djokovic (CLIVE BRUNSKILL / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP)

TÊNIS NEWS
04/04/2016
11:00
Miami (EUA)

A conquista do hexacampeonato do Masters 1000 de Miami, na Flórida, no domingo fez com que Novak Djokovic mantivesse sua pontuação da última lista da ATP e aumentasse ainda mais sua vantagem para o segundo colocado, Andy Murray, na tabela.

O sérvio ficou com 16540 pontos enquanto que Murray, que defendia a final com 600 e caiu na terceira fase (somou 45), baixou para 7815. A vantagem é mais que o dobro.

Quem pode se dar bem com a queda do britânico é Roger Federer que não defendia nada e ficou a 120 pontos do escocês com 7695 e vai disputar, a partir da semana que vem, o Masters 1000 de Monte Carlo.

Stan Wawrinka se manteve em quarto assim como Rafael Nadal ficou no quinto posto vendo a aproximação do vice de Miami, o japonês Kei Nishikori que somou 600 e pulou para 4490 contra 4955 de Nadal.

Tomas Berdych, David Ferrer, Jo Tsonga e Richard Gasquet completam o top 10 sem mudanças na semana.

Semifinalista, David Goffin subiu dois e atingiu o melhor ranking com o 13º enquanto que Nick Kyrgios, que também fez semi, alcançou o melhor desempenho com o 20º, seis acima da lista anterior.