Juan Del Potro

JUan Del Potro. Crédito: Reprodução Twitter

Tênis News
01/07/2016
12:43
Londres (Inglaterra)

Em uma partida disputadíssima e de belo tênis, o argentino Juan Martín Del Potro, ex-top 3 e atual 165º da ATP, conseguiu a virada sobre o suíço Stan Wawrinka, quinto do ranking, nesta que foi sua maior vitória desde seu retorno às quadras.

O argentino precisou de 2h43 para fechar o placar em 3/6 6/3 7/6 (2) 6/3 tendo convertido nove aces contra 15 de Wawrinka, que cometeu 48 erros não-forçados contra 25 do argentino que disparou 23 bolas vencedoras contra 47 do suíço.

A última vez que o argentino chegou à terceira rodada de um Grand Slam foi há três anos, ali mesmo na grama em Wimbledon, quando alcançou semifinal e caiu para Novak Djokovic.

Em relação ao retorno do argentino à competição em fevereiro deste ano, Wawrinka é o tenista de maior ranking derrotado por ele. O suíço também foi o primeiro top 10 em três anos vencido pelo argentino, que durante o ATP Finals de Londres em 2013 venceu o então nono do mundo, Richard Gasquet, na primeira rodada da fase de grupos.

Wawrinka, por sua vez, está pela primeira vez, desde Roland Garros 2014 foram de um Grand Slam antes de chegar ao menos às oitavas de final - quarta rodada. Em Paris 2014 o suíço caiu na primeira rodada e desde então havia feito três quartas de final, três semifinais, venceu Roland Garros em 2015 e mais uma oitavas de final, este ano, no Australian Open.

Garantido na terceira rodada, Delpo aguarda pelo vencedor da partida entre o norte-americano Donald Young e o francês Lucas Pouille.

O jogo

A partida começou solitária no complexo de All England Club, já que as demais quadras estavam com suas partidas em virtude da chuva. Firme no saque e dominando com backhand afiadíssimo na paralela, Wawrinka pressionou o argentino o quanto pôde, conquistou a quebra de saque no quarto game e administrou o placar cometendo menos erros que o adversário.

O segundo set pareceu um retrato do primeiro, mas desta vez a favor do argentino, que firme com forehand e buscado cortar o ritmo do suíço com slices conquistou a quebra de saque no quarto game e administrou o placar.

No terceiro set, firme na devolução Del Potro abriu com quebra de saque, não resistiu a pressão, foi quebrado na sequência e ainda trocou quebras com Wawrinka nos dois games seguintes. Com tudo igual no placar, 2/2, e os tenistas melhores nos saques a partida elevou o nível e os tenistas foram se pressionando, confirmando e encaminahndo o tiebreak.

Ali, Delpo contou com uma desconcentração de Wawrinka que escolheu mal jogadas, cometeu dupla-falta e cedeu três mini-quebras sendo dominado.

No quarto set, o jogo seguiu bem disputado, com os tenistas bem em seus games de saque, até que o argentino viu o suíço salvar duas chances de quebra no sexto game e ganhou confiança conquistando a quebra no oitavo game e sacando com firmeza para fechar a partida em erro de Wawrinka.