David Ferrer

David Ferrer é o atual campeão do Aberto do Rio (FOTO: Divulgação)

Carlos Antunes e Jonas Moura
16/02/2016
11:00
Rio de Janeiro (RJ)

Campeão da edição de 2015 do Aberto do Rio, David Ferrer se mostrou animado para seu retorno à cidade na tentativa de defender o título. Com 33 anos, o espanhol número 6 do mundo destacou seu físico para se manter em alto nível e entre os 10 melhores do mundo por tanto tempo. O tenista encara o chileno Nicolas Jarry (493º) em sua estreia na competição, nesta terça-feira, no quarto confronto da quadra 1 do Jockey Club, que inicia os trabalhos às 11h (de Brasília).

- Sinto-me bem, estou livre de lesões. Sei que tenho de descansar mais, aproveitar melhor, tomar medidas de prevenção, mas me encontro bem fisicamente. Vim ano passado e fui muito bem. Em Doha (QAT), me saí melhor do que neste ano. Mas me encontro bem tenisticamente e com vontade de ganhar torneios - disse o tenista, em coletiva de imprensa.

O assunto que é muito comentado nesta edição de Aberto do Rio é a questão do zika vírus, que tem assombrado o mundo. Questionado sobre, Ferrer se mostrou tranquilo e disse que está atendendo as recomendações.

- Nada especial. Cheguei ontem, soube do vírus zika, mas isso não é tão importante para mim, mas para mulheres grávidas. Vim para jogar, e farei o mesmo que sempre faço. Falamos com os jogadores no Brasil, há muito o que se investigar, é preciso ficar atento, tomar medidas. É difícil para nós vestir roupas de maga comprida - afirmou. 

O ano de 2016 é especial porque é o dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. Essa é uma das principais metas do espanhol para a temporada, principalmente porque deverão ser os últimos de sua carreira.

- Com certeza, os Jogos são meu objetivo na temporada. Mas ainda não me classifiquei e estou focado no torneio no Rio. Espero estar nos Jogos, talvez sejam os últimos que irei jogar. Serão importantes para mim - finalizou.

Teliana também estreia

Pela chave feminina, a brasileira Teliana Pereira, cabeça de chave número um de um torneio da WTA pela primeira vez em sua carreira, estreia na quadra Guga Kuerten, não antes das 14h15 (de Brasília), contra a croata Petra Martic.

Atual 163º do mundo, Martic já foi 42ª. Teliana, campeã de dois WTAs no ano passado, vive boa fase e é a atual 43ª. Será o primeiro confronto entre as duas.