Andy Murray

Andy Murray. Crédito: André Valle

Tênis News
06/05/2016
16:13
Madri (Espanha)

Em uma performance sólida e com pouquíssimos erros, o escocês Andy Murray, vice-líder do ranking da ATP, superou o tcheco Tomas Berdych, oitavo da ATP, e se garantiu na semifinal do Masters 1000 de Madri, na Espanha, onde defende o título.

Jogando com o teto retrátil fechado na quadra Manolo Santana em virtude do mau tempo, Murray precisou de 1h06 para fechar a partida contra Berdych pelo placar de 6/3 6/2 tendo convertido quatro aces, todos no segundo set, contra nenhum do tcheco que cometeu 18 erros não-forçados contra 13 do escocês, que bateu 20 bolas vencedoras contra 12 de Berdych.

Com saque afiado, Murray confirmou o primeiro game sem ser ameaçado, e mostrou ao tcheco já no game seguinte que estaria disposto a causar problemas. A tática agressiva na devolução e de alongar trocas de bolas no saque do rival surtiu efeito no quarto game, onde o escocês conquistou a quebra de saque e abriu 4/1 no placar. A partir daí a tática foi mantida e Berdych pressionado o tempo todo, enquanto o escocês perdeu apenas um ponto jogado em seu primeiro serviço, já no sétimo game, após cometer um erro não-forçado.

Na segunda etapa a performance avassaladora de Murray prosseguiu. Apesar de Berdych tentar forçar mais o saque, Murray converteu dois aces em cada um de seus dois primeiros games na parcial e venceu-os com muita tranquilidade. Pressionado, Berdych trabalhou com segundo serviço, foi quebrado no quinto game e a partir daí só deu Murray na partida, que venceu outros três games em sequência, incluindo uma nova quebra de saque no sétimo game e rapidamente fechou a partida.

Garantido na semifinal do torneio, Murray vai repetir a final da edição 2015 contra o espanhol Rafael Nadal, que venceu o português João Souza por 6/0 4/6 6/3.