Federer x Cilic

(Foto: AFP/JUSTIN TALLIS)

TÊNIS NEWS
02/11/2016
12:50
Paris, França

O croata campeão do US Open, Marin Cilic estreou com tranquilidade no Masters 1000 de Paris ao derrotar seu compatriota Ivo Karlovic por 7/6(7) 6/2. Já o tenista da cada Lucas Pouille precisou lutar contra Feliciano Lopez para vencer por 6/7(1) 6/3 6/4.

Apenas 10 posições no ranking separam os croatas Marin Cilic, nº10, e Ivo Karlovic, nº20. No alto de seus 2,11m, Karlovic é uma lenda viva mantendo-se no top 20 aos 37 anos de idade e dando muito trabalho para jogadores mais jovens. Disparando 7 aces com apenas uma dupla falta, Karlovic conseguiu fazer frente à juventude de Cilic, salvando dois break-points e forçando seu compatriota e fazer o mesmo para manter-se vivo na parcial. Com a definição forçada no tie-break, Cilic encaixou uma boa devolução e fechou a rede para conquistar o min-break e a vitória por 9-7.

A longa duração do primeiro set dificultou a vida do gigante croata, que viu seu rendimento desabar no segundo set enquanto Cilic crescia de forma implacável. Arrancando duas quebras em quatro chances, Cilic dominou completamente a segunda parcial até fechar por 6/2 e liquidar a partida.

Na próxima rodada Cilic tem um encontro com o belga David Goffin, duelo que pode valer a última vaga no World Tour Finals, já que o croata tem um total de 400 pontos à frente do belga e 210 à frente de Tomas Berdych.


Pouille luta por 2h contra Lopez

Ao contrário de Cilic, o tenista da casa Lucas Pouille não teve vida nada fácil contra o espanhol Feliciano López. Foram 2h01 de partida e muita luta por parte do francês, que foi bastante pressionado no primeiro set, sendo o único a ter enfrentado um break point. Com a definição no tie-break, Lopez levou a melhor e venceu por 7-1.

No segundo set, Pouille saiu na frente com uma quebra de saque, rapidamente devolvida por Lopez. O aumento da regularidade do francês lhe rendeu mais uma quebra para abrir vantagem e uma outra quebra ainda para liquidar a parcial em 6/3, totalizando três quebras em 6 oportunidades.

Com o jogo empatado, o francês cresceu bastante em quadra no set decisivo. Salvando o único break-point que enfrentou, Pouille conseguiu 6 chances para quebrar o saque do espanhol, que acabou por ceder apenas uma quebra. A última parcial foi definida por 6/4 à favor do tenista da casa.

Pouille agora aguarda, na terceira rodada, o vencedor de Fernando Verdasco e Andy Murray.