Novak Djokovic e Andy Murray

Novak Djokovic e Andy Murray (Foto: Montagem)

TÊNIS NEWS
15/06/2016
18:33

O escocês Andy Murray recebeu o apoio de grandes jogadores do passado em sua tentativa de bater Novak Djokovic e conquistar o terceiro Grand Slam da carreira. Pat Cash e Greg Rusedski, ambos ex-top 4 da ATP, acreditam que o retorno de Ivan Lendl à equipe de Andy irá ajudar na missão.

Rusedski, um canadense naturalizado britânico, finalista do US Open em 1997 e quadrifinalista de Wimbledon no mesmo ano, disse que Lendl não retomaria a parceria, se não visse condições de Murray levantar outro Major.

“Talvez isso (a volta de Ivan Lendl) dará a Andy o extra de que ele necessita (para triunfar novamente num Slam).

“Não acho que Ivan (Lendl) voltaria, a menos que ele visse em Andy um tenista capaz de vencer Majors novamente. Murray já está jogando muito bem e acho que ele tem boas chances de derrotar Djokovic em Wimbledon”, declarou.

Cash, que depõe com a propriedade de quem conquistou o título na grama sagrada (curiosamente superando Lendl na final, em 1987), espera “respostas” de Murray, já que, pelo que expressou, considera o campeão de 2013 um tenista tão bom quanto o sérvio.

“Andy voleio melhor do que Novak; provavelmente, ele também tem mais habilidade. Então, por que Djokovic o derrota consistentemente? Ele (Murray) precisa dar algumas respostas”, disse o australiano.

Andy Murray joga, nesta semana, o ATP 500 de Queen’s, também na capital inglesa, seu único preparatório para o Slam. Djokovic, por sua vez, segue seu ritual de longa data e jogará apenas o torneio-exibição ‘The Boodles’, na mesma cidade, de 21 a 25 de junho. Wimbledon inicia no dia 27.