Schiavone

Schiavone comemora conquista no Rio de Janeiro (Foto: João Pires/Fotojump)

Carlos Antunes
21/02/2016
17:28
Rio de Janeiro (RJ)

A campeã voltou! Depois de três anos sem títulos, Francesca Schiavone (132º) saboreou novamente o gosto de um campeonato. A italiana derrotou a americana Shelby Rogers (131º) por 2 sets a 1, com parciais de 2-6, 6-2 e 6-2 e é a campeã do Aberto do Rio. A ex-campeã de Roland Garros, em 2011, conquistou seu sétimo caneco na carreira e vai somar 280 pontos no ranking da WTA e deve subir muitas posições na classificação.

No discurso após a conquista, Schiavone, bastante emocionada, fez questão de ler um agradecimento em português, principalmente a torcida que esteve ao seu lado. 

- Que felicidade! Hoje de manhã escrevi essas palavras em português independentemente do meu resultado para dividir com vocês a minha alegria. Para mim, hoje é dia de festa e de grandes emoções. O Brasil é um país maravilhoso e os sorrisos de vocês preencheram os meus dias, então obrigada a todos vocês. E sorte nas Olimpíadas - disse a italiana.

O jogo

Rogers começou a partida muito mais sólida dos golpes da base e fechava seus games de serviço com facilidade. Já a italiana cometia mais erros e tinha dificuldades. Até que no quinto game, a americana conseguiu a quebra de serviço e, na sequência, abriu 4-2. Shelby manteve o bom ritmo e novamente quebrou o saque da rival para depois fechar a parcial por 6-2.

Após o início do segundo set ser marcado por duas quebras de saque, uma para cada lado, Schiavone saiu na frente e fez 2-1. Aproveitando muitos erros da oponente, a ex-campeã de Roland Garros novamente quebrou o saque para abrir 3-1, e depois 4-1. Com o decorrer da parcial, a italiana não perdeu as chances e fechou por 6-2,  levando a decisão para o terceiro set.

A terceira parcial começou a mais equilibrada da partida. Francesca Schiavone teve dois breaks no 2-1, mas Rogers conseguiu se salvar e empatar em 2-2. No entanto, no sexto game a italiana não desperdiçou a chance para quebrar o saque da adversária, que errava demais, e abrir 4-2. Sem dificuldades, a européia confirmou seu serviço, na sequência.  Com a americana errando muito, a ex-campeã de Roland Garros quebrou novamente o saque da adversária e fechou a partida por 6-2.

No torneio, Francesca Schiavone passou na estreia por Tajana Maria (90º) e na sequência por Mariana Duque-Mariño (80º). Nas quartas, a italiana derrotou Cindy Burguer (187º) e nas semis Petra Martic (162º), até chegar na decisão e superar a americana.