Bruno Soares forma a boa dupla com Marcelo Melo no tênis

Bruno Soares (Foto: AFP PHOTO / GREG WOOD)

Leonardo Mamede (TÊNIS NEWS)
16/07/2016
19:17
BELO HORIZONTE (MG)

Depois de os grandes tenistas Tomas Berdych, Milos Raonic e Simona Halep, todos top 10, desistirem de jogar a Olimpíada, alegando o virús da Zika como causa, Bruno Soares voltou a criticar aqueles que justificam suas ausências com a doença.

“Isso está me incomodando um pouco (desistências de tantos jogadores). Eu aceito e concordo com quem não está a fim de vir por que não vale ponto e dinheiro. Tem jogadores que não enxergam muitas chances de ganhar uma medalha e preferem ir atrás de outros objetivos. Isso é a opinião de cada um (e eu respeito)”.

“Nós (ele e Marcelo Melo) temos um orgulho muito grande de jogar as Olimpíadas, e poder representar o brasil fala mais alto do que qualquer coisa, mas tem gente que vê por outro lado”, disse.

Na sequência, ele citou o austríaco Dominic Thiem, 9º da lista masculina, como exemplo a ser seguido: sem ver propósito em disputar os Jogos Olimpícos, ele foi sincero e declarou que jogará um torneio ATP, concomitante ao maior evento esportivo do mundo.

“Acho que o Thiem, com 22 anos, deu um banho nesses caras. Ele falou ‘não estou a fim de ir para as Olimpíadas. Para mim, é turismo sem ponto, então não vou. Vou para Los Cabos (ATP 250 no México, na semana olímpica)’. Ok, temos que respeitar. (Mas) A turma está se apoiando numa desculpa fraca para não vir. É uma justificativa inconsistente”.

“Não vejo problema no fato de não virem. O calendário do tênis é maçante. Muitas vezes, alguns tenistas dependem de um torneio para ser cabeça de chave num Grand Slam, para entrar num Grand Slam no ano que vem. É completamente compreensível. Mas puxar para esse lado (da Zika)... E isso vai muito contra o nosso país, e nós, como brasileiros, temos que defender (a pátria)”, criticou o mineiro, 8º do ranking, terminando com palavras fortes.

“Tem muita m... no nosso país, mas essa desculpa... é inconsistente”.