Nadal x Bellucci

(Foto:JAVIER SORIANO/AFP/Lancepress!)

Tênis News
29/08/2016
15:50
Nova York (Estados Unidos)

O tenista número um do Brasil e 65º do mundo, Thomaz Bellucci, teve um retorno ruim após boa campanha nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e caiu na estreia ruim no US Open, último Grand Slam da temporada, diante do russo Andrey Kuznetsov, 42º.

Kuznetsov precisou de 2h56 para fechar o placar em 6/4 3/6 6/1 7/6 (6) tendo disparado 12 aces contra oito do brasileiro, que cometeu dez duplas-faltas contra 13 do russo.

Bellucci não conseguiu domar a potente direita de Kuznetsov, cometeu erros bobos, foi quebrado no quinto game, teve chances de igualar, mas o serviço do russo sempre foi eficiente na hora H e ele fechou por 6/4 salvando breaks no último game.

Na segunda etapa o paulista salvou breaks logo no terceiro game, abriu uma quebra em 4/2, cometeu erro pra ser quebrado, mas tornou a quebrar com dupla-falta de Kuznetsov e fechou por 6/3 com belo voleio de backhand.

Já na terceira etapa o jogo começou com o brasileiro firme no saque e tentando melhorar na devolução. Entretanto oscilou no quarto game, comete erros, foi quebrado em erro com backhand no fundo de quadra e baixou de rendimento Com o brasileiro fora de jogo, Kuznetsov seguiu forçando saque, conquistou nova quebra no sexto game e administrou.

Na quarta parcial, Bellucci seguiu mal, foi quebrado no primeiro game e passou a correr atrás no placar. Com o mesmo problema no pé esquerdo, bolhas, que o prejudicou durante os Jogos Olímpicos, o natural de Tietê pediu atendimento e precisou refazer o curativo no quinto game. Mais confortável com o pé, Bellucci passou a arriscar mais e devolveu a quebra de saque no décimo game, quando Kuznetsov sacava para a partida e forçou o tiebreak tendo salvo dois match-points.

No tiebreak, Bellucci conquistou a primeira mini-quebra no sétimo ponto, abriu 5/3 no placar e cometeu dois erros de backhand do fundo de quadra em sequência vendo o russo devolver a mini-quebra e voltar à frente no placar. O mesmo erro entregou o quarto match-point da partida ao russo, que foi bem junto à rede e fechou o placar.

Na segunda rodada do US Open, o russo encara o vencedor da partida entre o francês Julien Benneteau e o espanhol Albert Ramos Viñolas.