Bellucci x Djokovic

(Foto: AFP / TIZIANA FABI)

TÊNIS NEWS
27/06/2016
15:12
Londres (Inglaterra)

Foi sofrido, foi no sufoco, com muita emoção a volta de Thomaz Bellucci às vitórias no piso de grama desde Queen´s, Londres, em 2011. O paulista de Tietê derrotou o belga Ruben Bemlemans, 193º colocado, no quinto set com 8/6 após 2h39min.

Bellucci, 62º do mundo, derrotou o rival que saiu do quali por 3 sets a 2 com parciais de 3/6 6/4 6/3 1/6 8/6 na quadra 10 do All England Club em Wimbledon, o mais tradicional torneio do mundo e terceiro Grand Slam da temporada.

O brasileiro, que esteve em quadra por 2h39 cometeu 37 erros não-forçados contra 50 do belga, que disparou 38 bolas vencedoras contra 30 do paulista de Tietê, que volta a vencer no torneio que não triunfava desde 2010 quando parou na terceira rodada, sua melhor campanha.

Seu rival em busca de repetir o feito será o americano Sam Querrey, cabeça de chave 28, que derrotou o tcheco Lukas Rosol por 6/7 (8/6) 6/7 (7/5) 6/4 6/2 12/10. No único jogo entre eles, Bellucci perdeu na Copa Davis em Jacksonville, nos Estados Unidos, em 2013 em sets diretos no piso duro e coberto.

O brasileiro tinha sequência de sete derrotas na grama somando Wimbledon 2011, 2012, 2014 e 2015 mais ATP de Nottingham em 2015 e 2016 e Olimpíada de Londres em 2012.

O jogo

Bellucci começou a partida cometendo erros bobos e sem conseguir encaixar seu primeiro serviço. Bemelmans, que nada tinha a ver com isso, conquistou a quebra no segundo game, fez 3/0 no placar e em parcial de erros administrou a vantagem conquistada no inicio da disputa e fechou o primeiro set.

Já na segunda etapa, a partida seguiu com os dois tenistas errando bastante na tentativa de jogarem de maneira agressiva e surpreender o rival. Apesar de muitos games equilibrados, a quebra veio para o brasileiro no décimo game fechando a parcial.

No terceiro set, o brasileiro entrou embalado, buscando movimentar o rival dentro de quadra o viu cometer uma sequência de erros, ser quebrado no segundo game e abriu 3/0 no placar e adminstrou a vantagem.

Na quarta etapa, o paulista de Tietê sofreu um apagão, após perder dois breakpoints no primeiro game, foi quebrado na sequência e novamente no sexto, vendo o belga dominar a disputa e forçar a quinta etapa.

Ali, os tenistas entraram se estudando, evitando dar chances ao advesário e em games de erros forçados e bons primeiros saques a disputa se alongou e foi definida no décimo quarto game em quebra de saque a favor de Bellucci.