Thomaz Bellucci

ATP 250 Ecuador Open

TÊNIS NEWS
12/02/2018
22:48
Buenos Aires (Argentina)

Após furar o torneio qualificatório do ATP 250 de Buenos Aires, o numero três do Brasil e 137º do mundo, Thomaz Bellucci, encarou o convidado da organização, o argentino Pedro Cachin, 276º, naquele que foi seu terceiro jogo consecutivo.

O brasileiro precisou de 59 minutos para dominar Cachin pelo placar de 6/2 6/1 tendo vencido 79% dos pontos jogados com seu primeiro serviço contra 49% de aproveitamento do argentino, que a exemplo do brasileiro não converteu aces em todo o jogo.

Com a tática de receber o forte saque do rival um pouco distante da linhda de base, o Canhoto de Tietê enfiou a mão já na devolução, buscando ser agressivo com forehand, quebrou o argentino de zero já no primeiro game e foi sólido, perdendo pontos em seus games de saque ao cometer erros. Controlando a disputa, o brasileiro voltou a quebrar o sque de Cachin no sétimo game e sacou firme para o set.

Na parcial seguinte, Cachin mostrou-se um pouco mais efetivo com primeiro serviço, mas a reação durou pouco, com o Bellucci buscando afundar os golpes e definir em bolas mais curtas. O paulista venceu cinco games em sequência, com quebras no terceiro, quinto e sétimo game e se garantiu nas oitavas de final.

Na próxima rodada, o brasileiro aguarda pelo vencedor da partida entre o local Diego Schwartzman e o austríaco Andreas Haider Maurer.

Esta é a primeira vez em em seis meses que o brasileiro avança à segunda rodada de um torneio ATP. Oficialmente a última vez de Bellucci na segunda rodada de um ATP foi em julho de 2017, no torneio de Kitzbühel, na Áustria, onde o brasileiro fez quartas de final.

Em Buenos Aires esta é a primeira vez em 10 anos, que o paulista avança à segunda rodada. Naquela ocasião, 2008, Bellucci também saiu do qualificatório e ficou na segunda rodada após ser derrotado pelo local Juan Ignacio Chela, então 25º do mundo.Após furar o torneio qualificatório do ATP 250 de Buenos Aires, o numero três do Brasil e 137º do mundo, Thomaz Bellucci, encarou o convidado da organização, o argentino Pedro Cachin, 276º, naquele que foi seu terceiro jogo consecutivo.

O brasileiro precisou de 59 minutos para dominar Cachin pelo placar de 6/2 6/1 tendo vencido 79% dos pontos jogados com seu primeiro serviço contra 49% de aproveitamento do argentino, que a exemplo do brasileiro não converteu aces em todo o jogo.

Com a tática de receber o forte saque do rival um pouco distante da linhda de base, o Canhoto de Tietê enfiou a mão já na devolução, buscando ser agressivo com forehand, quebrou o argentino de zero já no primeiro game e foi sólido, perdendo pontos em seus games de saque ao cometer erros. Controlando a disputa, o brasileiro voltou a quebrar o sque de Cachin no sétimo game e sacou firme para o set.

Na parcial seguinte, Cachin mostrou-se um pouco mais efetivo com primeiro serviço, mas a reação durou pouco, com o Bellucci buscando afundar os golpes e definir em bolas mais curtas. O paulista venceu cinco games em sequência, com quebras no terceiro, quinto e sétimo game e se garantiu nas oitavas de final.

Na próxima rodada, o brasileiro aguarda pelo vencedor da partida entre o local Diego Schwartzman e o austríaco Andreas Haider Maurer.

Esta é a primeira vez em em seis meses que o brasileiro avança à segunda rodada de um torneio ATP. Oficialmente a última vez de Bellucci na segunda rodada de um ATP foi em julho de 2017, no torneio de Kitzbühel, na Áustria, onde o brasileiro fez quartas de final.

Em Buenos Aires esta é a primeira vez em 10 anos, que o paulista avança à segunda rodada. Naquela ocasião, 2008, Bellucci também saiu do qualificatório e ficou na segunda rodada após ser derrotado pelo local Juan Ignacio Chela, então 25º do mundo.