Bellucci comemora vitória sobre Andy Murray no Masters 1.000 de Madrid (Foto: JuanJo Martin/EFE)

Bellucci comemora vitória sobre Andy Murray no Masters 1.000 de Madrid (Foto: JuanJo Martin/EFE)

TÊNIS NEWS
03/11/2015
22:29
Paris (França)

Como nos dois jogos anteriores este ano contra o tenista número 1 do mundo, o paulista Thomaz Bellucci deu trabalho ao sérvio Novak Djokovic, em partida válida pela segunda rodada do ATP Masters 1000 de Paris, mas foi superado, por 7/5 6/3, em 1h34min de partida.



"Foi um jogo parecido com os outros que fiz contra ele este ano. Comecei bem, com um break logo no início. Talvez se tivesse conseguido manter essa vantagem por mais alguns games, o jogo poderia ter sido outro", avaliou o tenista número 1 do Brasil e 40o. do mundo.

Bellucci lamenta não ter sacado como deveria: "Acabei dando muitas chances dele se arriscar na devolução de segundo saque. E foi isso que ele fez, me colocou mais pressão. Mesmo assim foi um bom jogo. Eu sabia que teria poucas chances dentro da partida, por isso ele é o melhor do mundo".

Com a despedida em Paris, Bellucci encerra sua temporada no circuito mundial e faz um breve balanço: "Foi uma temporada positiva, que consegui alcançar a maioria dos meus objetivos. No começo do ano tive dificuldades em conseguir uma sequência positiva de resultados, mas sabia que era questão de tempo porque vinha trabalhando muito duro com o João (Zwetsch). A partir de março, consegui elevar meu nível de jogo e algumas vitórias importantes me fizeram crescer no circuito e acabei colhendo bons resultados na gira de saibro. Mais para o no final do ano fiz bons jogos nas quadras rápidas, que sempre são torneios complicados.
Mesmo assim, avancei nos torneios grandes e fiz bons jogos contra top 10"