TÊNIS NEWS
06/04/2016
18:40
MARRAKECH (MOR)

A segunda rodada do ATP 250 de Marrakech teve uma grande surpresa nesta quarta. Facundo Bagnis, 95º da ATP e campeão dos Challengers de Buenos Aires e Rio de Janeiro, em janeiro, bateu o português João Sousa, 2º favorito e 36º, por 6/2 e 6/4.

O argentino quebrou Sousa três vezes no primeiro set e duas na segunda etapa, cedendo apenas uma quebra em cada. Aproveitando-se de seu grande aproveitamento de primeiro saque no primeiro – 92% - e da ineficácia do português, que perdeu todos os pontos jogando com a segunda bola, ele fez 6/2. Mantendo seu aproveitamento nos dois saques bem perto dos 70% na parcial derradeira, fechou em 6/4, em apenas 1h10min.

O croata Borna Coric não teve trabalho algum, literalmente, para passar às quartas no norte africano. O italiano Simone Bolelli, 84º, não entrou em quadra, perdendo por W/O para o 48º da ATP, de apenas 19 anos.

Quem não teve a mesma sorte do argentino e do croata foi o espanhol Daniel Gimeno-Traver, atual vice campeão no Marrocos – perdeu a final de 2015 para o eslovaco Martin Klizan. Ele, atual 102º colocado, caiu para o veteraníssimo compatriota Albert Montañes, 35 anos e 123º, por duplo 6/4.

Nos outros jogos do dia, o francês Paul-Henri Mathieu, ex top 15 e atualmente na 63ª posição, superou o qualifier argentino Maximo Gonzalez, por 7/6(4) e 6/0. Na única partida de primeira rodada, o 7º favorito ao título, Pablo Carreno Busta, da Espanha, foi melhor que o russo Evgeny Donskoy, e marcou 6/2 e 6/3.