Azarenka venceu de virada (Foto: Greg Wood/AFP)

Azarenka venceu de virada (Foto: Greg Wood/AFP)

Tênis News
25/01/2016
10:48
Melbourne (Austrália)

Bicampeã do Australian Open, Victoria Azarenka, conversou com os jornalistas após sua classificação às quartas de final em Melbourne, e falou da campanha, amor pelo Havaí e opinou o próximo Serena Williams e Maria Sharapova.

Feliz com a performance contra Barbora Strycova, Azarenka contou que redobrou a atenção na partida de hoje, porque a tcheca é o tipo da adversária que "não dá ritmo". "Apenas estava tentando focar mais na execução, em ser agressiva e seguir meu plano de jogo desde o primeiro ponto", resumiu.

Sobre seu próximo desafio em Melbourne, a partida de quartas de final contra a alemã Angelique Kerber, com quem este ano decidiu o título em Bribane, Vika se disse "empolgada". "Sempre espero para jogar com ela. Ele sempre me dá jogos difícieis. Eu me preparo para um jogo difícil porque ela é muito sólida, muito consistente e uma lutadora maravilhosa", opinou a ex-número um do mundo que destacou: "Com certeza, tenho que jogar meu melhor para batê-la".

Azarenka falou muito na coletiva de imprensa sobre seu amor para com esportes em geral. Comemorou a classificação da equipe do Denver Broncos para o SuperBowl, pois declarou-se fã do quaterbacker Peyton Manning.

Muito feliz com a vitória dos Broncos, Vika revelou que é o tipo "extremamente passional" que "chora e grita com a TV".

A bielorrussa também falou de sua conexão emocional com o Havaí: "É, provavelmente, meu lugar favorito em todo o mundo. Sinto-me conectada com o lugar. Tem a minha família lá. Não temos uma relação sanguínea, mas minha é minha família 'havaiana', e vou lá todo o ano para o 'Dia de Ação de Graças'", disse Vika que ainda revelou que o Havaí é o único lugar onde ela não "sente necessidade de usar o celular" e que foi lá onde "conheceu diferentes muitos, e abri a mente para novas experiências".

Perguntada sobre o encontro entre Maria Sharapova e Serena Williams nas quartas de final, Azarenka declarou: "Acredito que ambas estão pressionadas. São diferentes tipos de pressão. Não sei. Eu nunca posso falar por alguém", interrompeu sua resposta dizendo que é difícil opinar por não estar na pele das duas.