Masters 1.000 de Miami - Andy Roddick (Foto: Robert Sullivan/Reuters)

O ex-líder do ranking, Andy Roddick, foi o adversário de El Aynaoui em sua partida mais notória (Foto: Robert Sullivan/Reuters)

TÊNIS NEWS
26/10/2016
14:05
HAMMAMET (TUN)

Maior jogador de tênis da história de seu país, o marroquino Younes El Aynaoui voltou ao circuito profissional pela quarta vez, nesta quarta-feira, mas perdeu na estreia do Future de Hammamet, na Tunísia, para o francês Alexis Musialek, 579º colocado, por 6/4 e 6/2.

El Aynaoui, que jogou o evento tunisiano como convidado, é um dos maiores jogadores do continente africano de todos os tempos, e empreendeu uma carreira de sucesso no ATP, chegando ao 14º posto mundial em 2003, mesmo ano em que alcançou, pela segunda vez, as quartas de final do Australian Open, perdendo uma batalha de cinco horas contra o então jovem americano Andy Roddick, que no final do ano viraria o líder do ranking mundial, em partida que teve o quinto set mais longo do tênis até a data: 4/6, 7/6, 4/6, 6/4 e 21/19. Antes, nas oitavas de final, o marroquino eliminou o então número um do mundo, o australiano Lleyton Hewitt, de virada, num jogaço de quatro sets.

Além da ótima campanha em 2003, Younes ficou entre os oito melhores em Grand Slams, seu melhor resultados em majors, em 2003, também, na Austrália, e em 2002 e 2003, no US Open.

Atrapalhado por lesões, ele tentou retornar ao circuito em 2007, 2008 e 2010, mas novas contusões atrapalharam seus planos de permanecer jogando tênis por mais tempo.