Djokovic

Djokovic (Foto: THOMAS SAMSON/AFP)

Tênis News
02/07/2016
13:55
Londres (Inglaterra)

A maior zebra de Wimbledon e talvez a maior da temporada. Número 1 do mundo, com trinta vitórias de Grand Slams seguidas, Novak Djokovic foi eliminado, neste sábado, na terceira rodada do torneio diante do americano Sam Querrey, 41º do mundo.

O americano precisou de pouco mais de três horas para superar o tricampeão do torneio e vencedor das duas últimas edições por 3 sets a 1 com parciais de 7/6 (8/6) 6/1 3/6 7/6 (7/5) na quadra 1 do All England Club.

Nole vinha de seu primeiro título em Roland Garros e buscava dois feitos na temporada, o quinto Slam seguido, jamais conseguido na Era Aberta iniciada em 1969, e tentava no ano o Calendar Grand Slam, vencer os quatro Majors seguidos no ano, algo conquistado por somente dois tenistas (Rod Laver e Bon Budge) e conquistado pela última vez por Laver em 1969.

Querrey, por sua vez, vence um número 1 pela primeira vez na carreira.

Nas oitavas de final, Querrey encara o francês Nicolas Mahut, que venceu o compatriota e companheiro nas duplas Pierre Herbert. O francês e o norte-americano se enfrentaram duas vezes no circuito profissional, ambas foram vencidas por Mahut, a última delas na grama da semifinal do ATP de 's-Hertogenbosch, na Holanda, em 2015.

O jogo

Nesta sexta-feira, após a batalha de Venus Williams, na Quadra 1, Djokovic e Querrey entraram em quadra para o que seria 1h12 de disputa em que o sérvio cometeu muitos erros e parou no constante e agressivo saque do norte-americano, algoz de Thomaz Bellucci, que não deu chances a Djokovic, que se viu obrigado a disputar um tiebreak, onde o norte-americano foi mais agressivo e menos errático.

No segundo set, Querrey conquistou a quebra de saque no quarto game, após forçar devolução e pressionar Djokovic que cometeu os erros, e usou a mesma tática para conquistar nova quebra no sexto game. Ao sacar para a parcial com 5/1 no placar, Querrey viu a chuva retornar, fechou o set e o árbitro decidiu paralisar a partida, que menos de meia hora depois foi cancelada junto com todas as partidas de quadras externas do complexo.

Na manhã deste sábado a partida foi retomada sob ameaça de chuva. Firme e com uma postura mais agressiva, Djokovic conquistou duas quebras de saque, fez 4/0 e viu a partida ser paralisada ais uma vez em virtude da chuva. A partida foi retomada duas horas após sua suspensão e firme, Djokovic confirmou, fez 5/0 no placar e viu o adversário ensaiar uma reação confirmando seu saque e devolvendo uma das quebras quando o sérvio sacou pela primeira vez no set no sétimo game. Forçando o erro de Querrey, Djokovic fechou o terceiro set.

Na sequência da partida, com 1/1 no placar, os tenistas viram a partida ser novamente interrompida e voltar 15 minutos depois. Dali em diante, o jogo ficou apertado. Djokovic precisou salvar três breakpoints no sexto game, outro no oitavo game e conquistou a quebra de saque no nono game jogando toda a pressão pra cima de Querrey, que por sua vez não se intimidou, firme na devolução movimentou o sérvio e conquistou a quebra de saque, venceu seu saque e viu a partida ser interrompida com 6/5 no placar novamente pela chuva. A parada durou mais 55 minutos. No retorno, Djokovic foi firme no saque e forçou a ida da partida para o tiebreak.

Ali, o norte-americano esteve em desvantagem com mini-quebra abaixo em duas oportunidades, mas manteve-se próximo no placar, confirmou seus saques e abriu 6/4 no placar, viu o sérvio salvar um match-point com ace e entregar o segundo em erro no forehand.