Gabriel Medina foi bem em sua bateria e perdeu por pouco para o local Tanner Gudauskas (Foto: WSL)

Gabriel Medina foi bem em sua bateria e perdeu por pouco para o local Tanner Gudauskas (Foto: WSL)

LANCE!
10/09/2016
17:23
São Paulo (SP)

Apenas 0,21 pontos separaram Gabriel Medina da chance de voltar à liderança do Circuito Mundial de Surfe (WCT) neste sábado. Na disputa da terceira fase da competição, foram esses décimos que separaram o brasileiro da vitória contra o americano Tanner Gudauskas e, por fim, decretaram sua eliminação na etapa de Trestles, na Califórnia (EUA).

Medina, terceiro no campeonato, precisava alcançar a semifinal para assegurar a ponta do Circuito, já que o dono da colocação, o havaiano John John Florence, havia sido eliminado na terceira rodada diante do americano Brett Simpson (15,16 a 8,74).

O brasileiro teve uma bateria disputada contra o local, garantindo uma nota 8,83, enquanto o americano havia somado 17,34 (8,67 e 8,67). Para assumir a ponta, Medina precisava de 8,34. Em sua sexta onda, ele recebeu 0,04 a menos do que o necessário e, ainda na água, aplaudiu ironicamente os árbitros.

Mesmo com a derrota, o campeão mundial de 2014 ainda vai subir para a segunda colocação geral no Circuito, já que o australiano Matt Wilkinson foi derrotado ainda na primeira fase na Califórnia e, do quarto colocado para baixo, todos estão a mais de 10 mil pontos de distância.

Até o fechamento desta matéria, apenas Filipe Toledo e Jadson André haviam avançado para a quarta rodada, enquanto Miguel Pupo, Caio Ibelli, Wiggolly Dantas e Ítalo Ferreira foram eliminados. Alex Ribeiro ainda disputaria a última bateria da terceira fase.