Tite com Willian e Philippe Coutinho

Tite conversa com Willian e Coutinho durante treino da Seleção (NELSON ALMEIDA / AFP)

LANCE!
08/10/2016
20:25
Mérida (VEN)

Com a ausência de Neymar, suspenso, o técnico Tite manteve por mais um dia o mistério sobre o substituto do craque para a partida contra a Venezuela, na terça-feira, em Mérida, pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018. Rivais na Inglaterra e concorrentes na Seleção Brasileira, Philippe Coutinho e Willian poderiam estar juntos no time titular pela primeira vez.

Tite já deixou bem claro que os dois disputam a posição. No entanto, a possibilidade surgiu diante da ausência de Neymar e deve ser resolvida neste domingo.


Para Coutinho, titular, jogar com o meia do Chelsea tem até um ponto muito positivo. Afinal, pelo Liverpool, ele atua pela esquerda do ataque, algo que não faz na Seleção porque Neymar cai por ali.

– Estou muito acostumado, não sentirei a mudança de flanco. No futebol acontece muita coisa, é muito rápido. É uma disputa sadia, um grupo unido. Agora, tem que ser opção. Estar no grupo para mim é um privilégio. Jogar ao lado de Willian é um privilégio ainda maior – garante Coutinho, que vem sendo muito elogiado desde o início da Era Tite e ganhou a vaga de titular (que era de Willian) na rodada passada, contra a Bolívia.

No treino de ontem, Philippe Coutinho acabou poupado por conta dores, mas não será problema entre os 11 titulares.

Se Tite deixar Willian no banco de reservas, Taison formaria o ataque brasileiro contra os venezuelanos ao lado de Gabriel Jesus.

Outro que está de volta é Paulinho, peça-chave do treinador desde os tempos de Corinthians. O que acontece é que Fernandinho e Giuliano, que são os reservas da dupla Casemiro-Paulinho, foram muito bem contra a Bolívia. E aí?

O Brasil é o segundo colocado das Eliminatórias, com 18 pontos, um atrás do líder Uruguai.