Treino Seleção Brasileira

Clima na Seleção está leve após a vitória sobre o Equador (Foto: VANDERLEI ALMEIDA / AFP)

LANCE!
06/09/2016
08:10
Manaus (AM)

A Seleção Brasileira passou nos últimos dois anos por processo de crise, sobretudo com a torcida. Após momento difíceis, a equipe verde e amarela parece, enfim, ter reencontrado o rumo certo. Nesta terça-feira, às 21h45 (de Brasília), na Arena da Amazônia, contra a Colômbia, será mais um passo não só para entrar na zona de classificação das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018, como selar a paz e reatar de vez o caso de amor com o torcedor brasileiro.

Curiosamente o último grande momento da Seleção diante da torcida foi justamente diante dos colombianos, nas quartas de final do último Mundial. Desde então, veio a goleada histórica sofrida para a Alemanha (7 a 1), escândalos no comando da CBF e a segunda passagem de Dunga, que começou bem, mas colecionou resultados ruins e um distanciamento com o torcedor devido ao temperamento difícil do ex-treinador. Foram poucos os momentos de alegria neste período.

Após a tempestade, a Seleção tenta juntar os cacos e recomeçar. Tite, técnico que era unanimidade para assumir o posto já em 2014, aceitou a missão de tirar a equipe do buraco. Vieram os Jogos Olímpicos e, com eles, a inédita medalha de ouro no Maracanã. Por fim, o importante triunfo por 3 a 0 sobre o Equador, em Quito, quebrando jejum de 33 anos e tirando o Brasil, pelo menos por enquanto, do risco de uma eliminação e que seria inédita.

O sinal de que a maré pode estar virando foi sentida nos treinos em Manaus. Invasão de campo, jogadores sendo tietados no hotel ou mesmo no período livre que tiveram pela capital do Amazonas.

– Nós, jogadores, estamos observando os gestos dos torcedores. Para haver esse carinho, precisamos fazer um bom trabalho em campo. Uma coisa vai puxando a outra. Respeitamos os torcedores e temos certeza que eles têm um carinho grande por nós. Quando os resultados aparecem, isso vem naturalmente – disse o volante Paulinho.

Uma vitória nesta terça-feira, em confronto direto pela classificação, garantirá três pontos na tabela de classificação e a reconquista de fato da confiança do torcedor na Seleção.