Bruno Cassucci
06/08/2016
18:00
Enviado especial a Brasília (DF)

O técnico Rogério Micale tentou esconder o último treino da Seleção Brasileira antes da partida contra o Iraque, neste domingo, às 22h, mas teve seus mistérios revelados pela família Ribeiro. Vizinha do Estádio Abadião, em Ceilândia, cidade-satélite de Brasília, ela abriu as portas de casa neste sábado para os moradores do bairro e transformou duas varandas do espaçoso sobrado de três andares (quase um prédio) em uma espécie de camarote ou espaço VIP de onde era possível assistir à atividade.

A ideia partiu de Marivalda Ribeiro, uma das oito moradoras da residência, que além de reunir amigos e parentes convidou vizinhos que tentavam ver a equipe olímpica por frestas dos portões do local de treinamento.

Assim, mais de 40 pessoas se aglomeraram no local, de onde viram a Seleção ser escalada com a mesma formação da estreia contra a África do Sul. O Brasil irá a campo com: Weverton, Zeca, Marquinhos, Rodrigo Caio e Douglas Santos; Thiago Maia, Renato Augusto e Felipe Anderson; Gabigol, Gabriel Jesus e Neymar.

Micale ensaiou a ligação entre defesa e ataque, realizou treino de bolas paradas e conversou com o grupo. Mas a família Ribeiro e seus convidados pareciam pouco interessados nisso e mais preocupados em gritar o nome de Neymar e pedir acenos dos jogadores.

Mesmo não sendo correspondido pelos atletas, o público não perdeu o bom humor. A torcida, formada majoritariamente por crianças e adolescentes, se divertiu com a presença dos jornalistas, brincou com a ideia de vender ingressos para o local e até cogitou vender bebidas e guloseimas para os espectadores da varanda.

Enquanto isso, cerca de 50 pessoas aguardavam em frente ao Abadião e protestavam por não poder se aproximar dos ídolos. Infelizmente, nem todos têm varandas privilegiadas como a dos Ribeiro...