Douglas Costa drible

Seleção Brasileira treinou nesta segunda-feira, no CT do Corinthians (Reprodução/L!TV)

Felipe Bolguese
10/11/2015
07:05
São Paulo (SP)

Depois de um treino no campo sem 12 jogadores, entre eles Neymar, o técnico Dunga fará nesta terça-feira à tarde, no CT Joaquim Grava, a primeira atividade com o grupo completo da Seleção Brasileira em preparação para o duelo contra a Argentina, nesta quinta, às 22h (de Brasília), em Buenos Aires, pela terceiara rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Com todos à disposição, enfim, ele poderá definir três dúvidas na escalação: o goleiro, o lateral-direito e quem sai para Neymar entrar.

Até o último duelo, diante da Venezuela, Jefferson não tinha ameaças em relação à titularidade no Brasil. Dos 18 jogos da atual passagem de Dunga, ele foi titular em 13. Após a derrota por 2 a 0 para o Chile, na primeira rodada das Eliminatórias, porém, o botafoguense perdeu a posição para Alisson, titular contra a Venezuela e presente no grupo atual. Cássio, do Corinthians, é a novidade entre os convocados.

Na lateral direita, o duelo será um clássico espanhol. O experiente Daniel Alves, do Barcelona, foi titular dos últimos jogos, mas agora Danilo, do Real Madrid, está recuperado de lesão, de volta à Seleção e pronto para recuperar sua posição, uma vez que é o preferido do treinador.

Na frente, alguém terá de dar lugar a Neymar, que enfim cumpriu a suspensão de quatro jogos após expulsão na Copa América – perdeu, além de dois jogos no torneio, as duas primeiras rodadas das Eliminatórias. Se Dunga não quiser mudar o desenho tático, Oscar ou Douglas Costa sairá. Caso o craque do Barça entre mais adiantado, como referência, Ricardo Oliveira, titular e autor de um dos gols dos 3 a 1 sobre a Venezuela, voltaria para o banco.

– Neymar é o cara que faz a diferença. Com nosso elenco, ele soma muito e vamos chegar mais fortes – ressaltou o meia Renato Augusto.

O Brasil deve enfrentar a Argentina no Estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires, com: Jefferson (Cássio), Danilo (Daniel Alves), Miranda, David Luiz e Filipe Luis; Luiz Gustavo, Elias, Willian, Douglas Costa (Oscar) e Neymar; Ricardo Oliveira.