Fernando Prass ao lado de membros da comissão técnica da Seleção (Foto: Divulgação)

Fernando Prass ao lado de membros da comissão técnica da Seleção (Foto: Divulgação)

Bruno Cassucci
29/07/2016
15:45
Enviado especial a Goiânia (GO)

O goleiro Fernando Prass voltou a treinar com bola nesta sexta-feira e está liberado para atuar pelo departamento médico da Seleção Brasileira. Porém, mesmo com o camisa 1 recuperado de dores no cotovelo direito, ele não foi relacionado para o duelo diante do Japão, em amistoso preparatório para a Olimpíada, neste sábado, às 16h30, no Estádio Serra Dourada.

Prass não foi nem sequer relacionado para o confronto. Ele, porém, irá ao estádio, se aquecerá em campo, mas não ficará no banco de reservas. Para não correr riscos de nova lesão no palmeirense, a meta da Seleção diante dos asiáticos será defendida pelo jovem Uilson, de 22 anos, do Atlético-MG.

A volta do veterano de 38 anos aos gramados também foi um reencontro com um ex-clube. Na manhã desta sexta, Prass treinou no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, do Vila Nova, equipe que ele defendeu em 2001, tendo sido campeão estadual.

Depois, à tarde, ele foi reintegrado ao elenco, treinou no Serra Dourada, mas fez apenas um trabalho leve, sem ter de saltar e se apoiar sobre o cotovelo que lesionou.

O camisa 1 da Seleção se machucou no treinamento da última segunda-feira. Desde então, vinha fazendo tratamento intensivo com os fisioterapeutas Charles Costa e Alex Evangelista, sob supervisão do médico André Pedrinelli.

Se tudo correr como o previsto, o goleiro do Palmeiras será titular da Seleção na estreia na Olimpíada, dia 4 de agosto, contra a África do Sul, em Brasília.

Atualizada às 20h50