Bruno Cassucci, Fellipe Lucena, Marcio Porto e Thiago Ferri
14/08/2016
00:30
São Paulo (SP)

Classificados à semifinal da Rio-2016, os jogadores da Seleção Brasileira de futebol masculino viveram na Arena Corinthians um jogo com clima de "Libertadores". Contra um adversário que foi duro especialmente no primeiro tempo, os brasileiros fizeram elogios por não cair na "pilha" dos colombianos.

- Os caras bateram bastante. Nossa equipe disputou na bola e está de parabéns, suportamos a pressão do início do jogo e conseguimos o placar para uma bela vitória. Acho que estamos todos mais à vontade, nos dois primeiros jogos estávamos ansiosos - analisou Luan, autor do segundo gol.

Só no primeiro tempo, a Colômbia fez 14 faltas, recebeu quatro cartões amarelos e em um revide de Neymar as duas seleções tiveram uma discussão no campo. Na etapa final, o árbitro Cuneyt Çakir ainda deixou de marcar uma penalidade para o Brasil, após Balanta tocar na bola com a mão dentro da área.

- Libertadores é assim, Copa América é assim, futebol sul-americano é assim, 'guerreado'. Mas não caímos na catimba deles - elogiou Marquinhos.

Com os 2 a 0 aplicados na noite deste sábado, o Brasil enfrenta na próxima quarta-feira a seleção de Honduras, no Maracanã. Na outra semifinal, Alemanha e Nigéria disputam uma das vagas à decisão dos Jogos Olímpicos.