Bruno Cassucci
03/08/2016
16:12
Enviado especial a Brasília (DF)

O palco para a estreia da Seleção na Olimpíada está armado. Muito criticado desde a inauguração pós-reforma, em 2013, o gramado do estádio Mané Garrincha apresenta melhoras em relação ao estado que estava há pouco tempo, em jogos do Brasileirão, mas ainda tem falhas, sobretudo em um dos lados, o esquerdo das câmeras de televisão.

Há três semanas o campo estava péssimo, em partida entre Flamengo e Atlético-MG.

Nesta quarta-feira, o técnico Rogerio Micale e membros da comissão técnica estiveram no local vistoriando o gramado.

O Mané Garrincha tem sido preservado pelo Comitê Olímpico Internacional, que proibiu treinamento das seleções no local e pediu até mesmo para que as equipes não se aqueçam no gramado antes da partida.