Dunga e Gilmar Rinaldi (Foto: Mowa Press)

Dunga e Gilmar Rinaldi (Foto: Mowa Press)

Bernardo Cruz e Igor Siqueira
05/05/2016
13:11
Rio de Janeiro (RJ)

A convocação da Seleção Brasileira para a Copa América gerou um problema para o Santos. O Peixe, com três representantes, é o maior desfalcado, perdendo a base do setor ofensivo: Lucas Lima, Gabigol e Ricardo Oliveira.

Mas o Peixe não vai sofrer sozinho. Corinthians, Internacional, Atlético-MG e São Paulo também têm representantes na lista, na qual entraram sete nomes sub-23, entre eles Rodrigo Caio e Douglas Santos.

O número mínimo de rodadas do Brasileirão afetadas pela convocação da Seleção é cinco. Se o time de Dunga for longe e chegar à decisão, o número sobe para nove.

E o prognóstico é ainda pior para os clubes com sub-23 selecionáveis, já que o Brasileirão não vai parar durante a Rio-2016 e mais seis rodadas serão afetadas.

Dunga foi indagado sobre a questão nesta quinta-feira e só pôde agradecer a compreensão dos clubes.

- Temos conversado muito com os clubes. Tenho que me colocar no lugar do clube. Tem um certo receio, mas temos encontrado nos treinadores uma receptividade muito boa porque eles estão entendendo que é o momento do jogador e eles têm o sonho que é jogar na Seleção Brasileira. Não queremos atrapalhar ninguém. Está tendo uma compreensão muito boa. Se eu fosse treinador de um clube e alguém me pedisse 3 ou 4 atletas, eu diria que não, mas o treinador tem que se colocar no meu lugar. É o sonho dos atletas. Nem sempre se tem oportunidade de ir para a seleção. Então os jogadores têm que aproveitar e o treinador aproveitar da experiência que vai ter com um atleta de seleção. Um jogador de seleção vai motivar os jogadores de seu clube - disse Dunga.

Representante de clube, Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo e chefe da delegação na Copa América, também amenizou a questão.

- Isso foi negociado. O Santos entendeu como positiva a convocação. Isso representa uma valorização do patrimônio dos clubes. O Flamengo não tem na Seleção Brasileira, mas tem na peruana e na colombiana e vai sofrer desfalques da mesma maneira - comentou.