Brasil

Renato Augusto comemora o gol na seleção colombiana (Foto: Lucas Figueiredo/Mowa Press)

Bruno Cassucci, Fellipe Lucena, Marcio Porto e Thiago Ferri
14/08/2016
07:45
São Paulo (SP)

Muito vaiado no empate com o Iraque, em Brasília (DF), Renato Augusto se sentiu em casa na volta à Arena Corinthians. Jogador do Timão entre 2013 e 2015, o meio-campista foi aplaudido pela torcida em Itaquera e admitiu que por pouco não chorou.

- Principalmente ali no Hino (Nacional) foi difícil, eu quase que chorei. Segurei um pouquinho, porque eu vivi um tempo feliz aqui, né, um tempo bom, e o carinho do torcedor comigo logo que eu entrei foi um momento especial. Apesar de não estar hoje no Corinthians, está guardado no meu coração - afirmou o camisa 5 do Brasil, depois da partida.

Casa do Brasil nos dois primeiros jogos da Olimpíada, o Mané Garrincha contou com um público mais impaciente, especialmente depois do empate em 0 a 0 com o Iraque. Naquela partida, Renato Augusto foi o principal alvo da torcida e recebeu vaias a cada toque na bola no segundo tempo.

Já na Arena Corinthians, ele teve o nome gritado, assim como Marquinhos, revelado na base do Timão. Renato Augusto ganhou um Paulista, uma Recopa Sul-Americana e um Brasileiro pelo Corinthians. Ele foi negociado no começo de ano com o Beijing Guoan (CHN).