Renato Augusto em coletiva na Seleção Brasileira (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Renato Augusto é um dos jogadores da Seleção acima de 23 anos (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Bruno Cassucci
28/07/2016
08:00
Enviado especial a Goiânia (GO)

Renato Augusto ignorou o fuso-horário, o fato de ter jogado na última terça-feira pela Copa da China e a longa viagem da Ásia até o Brasil e disse estar 100% fisicamente para defender a Seleção 

Integrado ao time olímpico em Goiânia, onde o Brasil faz amistoso sábado, contra o Japão, o jogador do Beijing Guoan disse treinar mais na China do que antes. Aos 28 anos, ele é um dos três atletas (ao lado de Neymar e Fernando Prass) acima de 23 anos convocado para a Rio-2106.

- Estou 100%. Estou treinando muito mais que treinava aqui (no Brasil). Estávamos em uma sequência muito grande de jogos. Lá na China temos uma responsabilidade maior, tem que correr mais que já corre aqui. Fisicamente estou muito bem - comentou.

A tendência é de que Renato fique no banco diante do Japão. Para a estreia na Olimpíada contra a África do Sul, dia 4, em Brasília, ele disputará posição com Rafinha e Felipe Anderson no meio de campo canarinho. O meia, contudo, destacou que pode atuar em diversas funções do setor.

- Se você não tem muitas opções por convocação, claro que pode optar um pouco pelo jogador que faz mais funções. Vim ganhando nos últimos anos isso, onde ele precisar vou estar à disposição - destacou.

- Confira abaixo os principais trechos da entrevista de Renato:

CAPITÃO
Não vejo porque tanto alvoroço porque, se o Fernando Prass for capitão ou não for, vai falar e agir da mesma forma. Assim como eu, o Neymar, os outros jogadores, (o posto) é mais simbólico.

CONVOCAÇÃO
Não esperava mais. Eu já passei da idade. Era um sonho que eu tinha e, em momento ainda mais especial, podendo chegar a uma final e jogar onde fui criado e nasci. O gosto é muito especial.

TREINOS VIA WHATSAPP
Recebo tudo pelo telefone e estava sempre em contato. Tem que aproveitar a tecnologia de hoje em dia. Claro que não é a mesma coisa de estar no campo, mas pelo menos não vou estar no zero. O resto vou pegando nos poucos dias de treinamento que vou ter.

ESTILO DO TÉCNICO ROGÉRIO MICALE

Primeiro, estou ciente de algumas coisas. Outras, claro, é estar conversando, estar bem ligado, não perder nem um minuto de treino e usar o que tenho de melhor, minha parte tática. Me mantive na Seleção por causa disso. Aproveitar e corresponder o que o treinador quer.