Neymar em treino (Foto: reprodução/LANCE!TV)

Neymar em treino (Foto: reprodução/LANCE!TV)

Guilherme Amaro
11/11/2015
12:20
São Paulo (SP)

Cada toque de Neymar na bola causava um alvoroço no setor destinado aos torcedores que foram à Arena Corinthians para acompanhar o último treino da Seleção Brasileira antes do duelo com a Argentina. Assim como a imprensa, os fãs também só puderam assistir ao descontraído rachão nos últimos minutos da atividade desta quarta-feira.

Das cerca de 200 pessoas, a grande maioria queria saber apenas de Neymar. "Neymar", "Neymar" e "Neymar": os gritos continuaram até quando o craque já estava praticamente no túnel do vestiário. Tudo em vão, já que o atacante acenou apenas duas vezes para a torcida. Em certo momento, as "Neymarzetes" rivalizaram com outros torcedores que entoaram "Timão eô". Do outro lado do estádio, funcionários da Arena Corinthians cornetaram o camisa 10 brasileiro, o chamando de "cai cai", tietaram o narrador Galvão Bueno, da TV Globo, e apoiaram os corintianos Elias e Cássio.

Neymar treino Seleção
Te cuida, Argentina! Neymar mostra pontaria afiada em treino da Seleção

Quando a atividade foi aberta à imprensa, Alisson e Ricardo Oliveira já não participavam com os demais jogadores. O goleiro do Internacional fez um trabalho à parte com Taffarel. Já o atacante santista fez apenas alongamento e viu o auxiliar pontual Careca, ex-centroavante, completar o rachão e mostrar certa habilidade.

Com mais um treinamento fechado, o técnico Dunga manteve o mistério em relação ao time que encara a Argentina, nesta quinta-feira, no Monumental de Nuñez, em Buenos Aires. Antes da atividade, o treinador disse em entrevista coletiva que já estava com a equipe titular definida.

Dunga não quis revelar os goleiro e lateral-direito titulares e quem sai para a entrada de Neymar, que volta à Seleção após cumprir suspensão. O provável time que entra em campo nesta quinta é formado por: Alisson (Jefferson ou Cássio), Danilo (Daniel Alves), Miranda, David Luiz e Filipe Luis; Luiz Gustavo, Elias, Willian, Douglas Costa e Neymar; Ricardo Oliveira (Oscar).