Fellipe Lucena e Marcio Porto
11/10/2017
00:29
São Paulo (SP)

Neymar deu uma assistência para Gabriel Jesus e ajudou a Seleção Brasileira a vencer o Chile por 3 a 0 na noite desta terça-feira, no Allianz Parque. O resultado em nada alterou a situação da equipe de Tite, que já estava classificada para a Copa do Mundo da Rússia, mas foi fatal para os chilenos, que terminaram as Eliminatórias em sexto lugar e estão eliminados.

- Eu tenho amigos no Chile, mas a gente tinha que fazer nosso papel. Somos homens e estamos aqui para vencer sempre - disse o camisa 10.


Um grande amigo de Neymar, por outro lado, viveu uma noite mágica nesta terça-feira e conseguiu classificar sua seleção para o Mundial: Lionel Messi, parceiro do craque brasileiro no Barcelona e muito próximo a ele mesmo depois da transferência para o PSG, fez os três gols da Argentina na vitória por 3 a 1 sobre o Equador, fora de casa.

- Fico feliz por ele, por um amigo estar disputando um campeonato tão importante, não ficar de fora - festejou Neymar, satisfeito por "cumprir tabela" com uma boa vitória em São Paulo.

- Fico feliz pela vitória, pelo que o grupo vem demonstrando, pela equipe. Agora é cabeça no lugar, voltar para o clube e focar lá, porque nosso papel na Seleção está feito. Nos classificamos há quatro rodadas. A gente praticamente cumpriu tabela e cumpriu nosso papel, que era não perder e vencer em casa.

O atacante recebeu um cartão amarelo no primeiro tempo da partida na arena do Palmeiras. Apesar de ter reclamado da decisão de arbitragem, ele não está suspenso para a estreia na Copa, o que só aconteceria em caso de expulsão.

- Faz parte, né? Eu não tive culpa, não fui deixar a mão na cara dele, mas aí vai pela interpretação do juiz. Como sempre, para o meu lado nunca é a favor.