Miranda é titular incontestável da Seleção de Tite

Miranda será titular no Allianz Parque - FOTO: Lucas Figueiredo/CBF

Fellipe Lucena
08/10/2017
19:37
São Paulo (SP)

Um tropeço do Brasil diante do Chile, terça-feira, na última rodada das Eliminatórias, pode ser decisivo para deixar a Argentina fora da Copa do Mundo. Além disso, o jogador que receber cartão vermelho nesta partida ficará suspenso para o primeiro compromisso do Mundial da Rússia. Mas o zagueiro Miranda não está preocupado com nada disso:

- A Seleção, por obrigação, joga para vencer. Independentemente das circunstâncias do jogo, se tiver que fazer uma falta para o time vencer, eu vou fazer essa falta. Eu quero ganhar sempre. Depois do jogo a gente vê quem está suspenso - disse o defensor, despreocupado com a possibilidade de ter uma Copa do Mundo sem Messi.

- Não me preocupa, isso não nos diz respeito. Naturalmente uma Copa perde um pouco do encanto sem Brasil, Argentina ou Alemanha, mas a nossa preocupação é com a nossa vaga, cada um pensa na sua situação - emendou.

O Brasil já está garantido na Rússia e também não corre risco de perder o primeiro lugar da Eliminatória: são 38 pontos contra 28 do Uruguai, vice-líder, que ainda não está classificado. O Chile tem 26 e ocupa neste momento o terceiro lugar, seguido por Colômbia (também 26 pontos) e Peru (25).

Como Peru e Colômbia se enfrentam, uma vitória sobre o Equador garante a Argentina na quinta colocação, o que a levaria para a repescagem. Para ir direto ao Mundial, o time de Messi precisa vencer e torcer para um empate entre peruanos e colombianos. Se este jogo tiver um vencedor, será necessário que o Chile não vença o Brasil.

Tite escalará força quase total. A principal troca está no gol: Ederson ganha chance na vaga de Alisson. Na lateral-esquerda, Alex Sandro segue na vaga do machucado Marcelo.