Zagueiro Marquinhos dá coletiva na Seleção Brasileira (Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press)

Zagueiro minimizou concorrência contra amigo e colega de clube Thiago Silva (Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press)

LANCE!
08/11/2016
20:19
Belo Horizonte (MG)

O Brasil já está praticamente definido para a partida contra a Argentina. Com poucas alterações, o time titular que vai começar o clássico será aquele que já era esperado. Na defesa, Marquinhos vai formar mais uma vez o miolo de zaga ao lado de Miranda. Contudo, no banco estará o experiente e antigo capitão Thiago Silva. Questionado sobre como é ter a “sombra” do companheiro, o atual titular minimizou a concorrência e valorizou o plantel qualificado de Tite.

- A concorrência é normal, ninguém tem sua cadeira cativa, o jogador tem que vir focado e 100% para fazer seu melhor. Essa é a linha que procuro pensar e seguir. Além do Thiago tem o Gil, são jogadores de qualidade muito grande. Não escondo que o Thiago é uma referência para mim, tem características que se assemelham com as minhas, e é um amigo. Mas é normal, encaro isso numa boa, isso algo positivo para ninguém relaxar. Confiamos nas escolhas do treinador, sabemos que quem tiver a oportunidade vai fazer seu melhor – falou o zagueiro.

Por falar em companheiro de clube, do outro lado Marquinhos irá encontrar Dí Maria, outro colega do PSG.

- A partir do momento que a gente se enfrenta, pisa no gramado e vê nosso companheiro com outra camisa, já começa a rivalidade do mesmo jeito. Existe respeito, mas quando se está do outro lado, queremos fazer nosso melhor para sair vencedor. Com a camisa da Seleção, temos que querer ganhar e fazer nosso melhor – acrescentou.