Bruno Cassucci
19/07/2016
17:20
Teresópolis (RJ)

Logo no primeiro treino com bola, nesta terça-feira, o técnico Rogério Micale demonstrou o que espera da Seleção olímpica e esboçou a equipe titular para os Jogos do Rio de Janeiro. Em cerca de uma hora e meia, o treinador realizou diversas atividades diferentes e indicou que o Brasil terá uma escalação leve e ofensiva para buscar o inédito ouro olímpico.

Só houve formação de time na parte final do trabalho de estreia. Com um jogador a menos (provavelmente no meio), a Seleção foi montada com: Fernando Prass, Willian, Luan, Rodrigo Caio e Zeca; Thiago Maia e Rodrigo Dourado; Gabriel Jesus, Gabigol e Neymar.

Contudo, a formação não deve ser a utilizada no amistoso diante do Japão, dia 30, em Goiânia, ou na estreia na Olimpíada, em 4 de agosto, contra a África do Sul. Isso porque Douglas Santos, lateral-esquerdo do Atlético-MG, e Rafinha, do Barcelona, ficaram apenas na academia nesta terça. Rogério Micale também não pôde contar com o zagueiro Marquinhos, que se apresenta na próxima quinta-feira, e o meia Renato Augusto, que só se juntará ao elenco na semana que vem.

Em todo o treinamento os goleiros foram obrigados a jogarem com os pés. Primeiro, com o preparador Rogério Maia, ensaiaram lançamentos e toques rápidos. Depois, foram integrados aos jogadores de linha e submetidos a situações de pressão. A cada acerto de Fernando Prass e Uilson, Rogério Micale e seus auxiliares gritavam palavras de elogio e motivação.

Em diferentes atividades em campo reduzido, os atletas tiveram de trocar passes curtos e rápidos. Micale também preparou um treino em que o objetivo era "rodar" a bola, de modo que ela passasse pelos quatro cantos do campo.

O grupo amarelinho volta aos trabalhos nesta quarta-feira, quando treinará em dois períodos.