Bruno Cassucci
08/08/2016
08:55
Enviado especial a Brasília (DF)

Gabriel Jesus novamente decepcionou na Seleção Brasileira. Após estreia apagada na Olimpíada, o caçula da equipe, de apenas 19 anos, voltou a ir mal na partida contra o Iraque, neste domingo, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. O atacante do Palmeiras cometeu muitos erros na primeira etapa e foi substituído por Luan com 9 minutos do segundo tempo.

Abatido, Jesus se incomodou ao ser perguntado mais uma vez se a recente venda ao Manchester City, da Inglaterra, estaria afetando no desempenho dele.

- Não tem isso comigo não. Já joguei na várzea, não me atrapalha em nada, não é agora, que uma coisa boa veio pra mim, que vai atrapalhar. Quando eu estava no Palmeiras fazendo gols você não me perguntava isso. Não estou fazendo gol porque não estou fazendo gol... É como em outras profissão, tem dia que você não está bem e não faz o seu melhor - disse o jogador, que apesar do acerto com o clube europeu sacramentado só irá se apresentar no ano que vem.

Jesus minimizou as vaias da torcida no Mané Garrincha, mas admitiu não ser fácil conviver com a pressão. O garoto também não soube explicar a dificuldade da Seleção em balançar as redes: 

- É difícil explicar isso, não tem um porquê, estamos tentando. Não podemos esquecer que do outro lado tem um adversário, temos que focar e entrar focados, temos uma batalha muito grande na quarta-feira, temos que ganhar de qualquer forma, mesmo com um gol de barriga ou de bunda, temos que ganhar - comentou.

Jesus e a Seleção voltam a campo na próxima quarta-feira, em Salvador, quando o Brasil precisará vencer a Dinamarca para se classificar para as quartas de final da Olimpíada.