LANCE!
04/09/2016
21:43
Manaus (AM)

Ele sofreu um pênalti e marcou dois gols na vitória por 3 a 0 do Brasil. Tudo isso na estreia pela Seleção Brasileira principal. E quem disse que veio elogio da mãe? Isso mesmo. Gabriel Jesus revelou neste domingo, durante entrevista coletiva na Arena da Amazônia, em Manaus, que a cobrança em casa está altíssima. Nem a atuação espetacular contra o Equador, na altitude, evitou a "corneta" caseira.

- Depois do jogo contra o Equador, eu peguei o celular e fui direto na mensagem dela. Ela falou: 'Gabriel, aprende, fica de olho pra você não ficar impedido'. E eu falei pra ela que nem deu parabéns pelo gol (risos). Ela me cobra mais do que elogia. É uma pessoa que sempre pega firme, eu falei que o comentário podia ser um pouquinho melhor - contou o atacante, que completou:

- Assim como minha família me ajudou, minha mãe sempre pega no meu pé, eu brinco que ela é o pior zagueiro que enfrento. Mas sei que é para o meu bem. Sou um garoto tranquilo que gosta de coisas simples. Sempre quero melhorar, nada está bom pra mim. Sempre vou querer mais.

Gabriel Jesus, apesar da atuação inesquecível, faz questão de demonstrar que ainda está com os pés no chão, mesmo badalado, inclusive já negociado com o Manchester City de Pep Guardiola.

- Minha cabeça fica tranquila, não fui só eu o responsável pela vitória, foi a equipe toda. Fizemos um belo jogo - disse ele.

Ainda um dos artilheiros do Brasileirão, com 10 gols, Gabriel Jesus pontuou que executar a mesma função que faz no Palmeiras facilitou a adaptação no time principal com Tite.

- Trabalho como centroavante no meu clube, então é mais fácil chegar à Seleção acostumado à posição que estou acostumado a jogar. Fica mais fácil fazer o que venho fazendo nos clubes - afirmou o jogador de 19 anos.

Com Gabriel Jesus entre os titulares, o Brasil enfrenta a Colômbia nesta terça-feira, às 21h45, pela oitava rodada das Eliminatórias, em Manaus.