HOME - Brasil x Peru - Eliminatórias para Copa-2018 - Dunga (Foto: André Mourão/MoWA Press)

Treinador pediu para que critérios aplicados a favor dos adversários também sejam usados para o Brasil (Foto: André Mourão/MoWA Press)

RADAR/LANCE!
26/03/2016
01:06
Recife (PE)

Após o empate por 2 a 2 com o Uruguai na noite desta sexta-feira, na Arena Pernambuco, Dunga comentou o jogo e falou sobre o critério de arbitragem, que para ele não estaria sendo usado da mesma forma que é aplicado para os adversários. Para o treinador, agora é hora de contar com o apoio da torcida e contar com um representante que cobre os critérios na Conmebol.

- Eliminatórias serão assim. Só jogo difícil. Temos que unir forças com a torcida e ter um representante que cobre na Conmebol os mesmos critérios que são aplicados a favor dos nossos adversários.

Dunga cobrou cartão para adversários que sempre buscam irritar Neymar. O camisa 10 da seleção levou o segundo amarelo no torneio e será desfalque para o jogo da próxima terça-feira contra o Paraguai, fora de casa.

- Gostaria que quem fizesse falta no Neymar também levasse o cartão amarelo. Os adversários tentam irritá-lo e, por ser o Neymar, tudo o que ele faz tem uma conotação maior. Os árbitros certamente são mais rígidos.

Dunga também comentou sobre o jogo e viu um Brasil bem na primeira etapa, jogando mais e segurando o Uruguai. Já no segundo tempo, o técnico lamentou não ter conseguido manter o futebol praticado na primeira parte da partida, deixando o Uruguai ditar o ritmo do jogo.

- Primeiro tempo foi bom. Com qualidade técnica, neutralizamos o Uruguai e movimentamos trocas de posições naturalmente. No segundo tempo não conseguimos mais ter a mesma movimentação. Entramos muito tranquilos e eles logo colocaram ritmo, dificultando muito nossa entrada no jogo.