Diego Alves, goleiro da Seleção Brasileira (Lucas Figueiredo / MoWA Press)

Diego Alves voltou a ser chamado após se recuperar de grave lesão (Lucas Figueiredo / MoWA Press)

Bernardo Cruz e Igor Siqueira
23/03/2016
14:01
Teresópolis (RJ)

O nome de Diego Alves na lista de Dunga para os jogos contra Uruguai e Paraguai pelas Eliminatórias foi uma vitória para o jogador. Afinal, o goleiro do Valência era chamado com frequência pelo técnico da Seleção até a grave lesão no joelho direito, que forçou o afastamento dos gramados por oito meses.

Recuperado, o goleiro comemorou a nova oportunidade na Seleção e agora espera conseguir uma sequência para, em um primeiro momento, seguir na base idealizada por Dunga.

- O rodízio é o treinador que decide e escolhe o goleiro. Estou feliz em voltar após uma lesão grave. Quero aproveitar bem, treinar bastante para poder ter uma sequência aqui dentro. Me sinto bem aqui, tenho a confiança de todos. Isso é importante. Jogar ou não cabe ao Dunga. Todos que estão aqui querem vencer - declarou durante a coletiva.

Diego Alves também elogiou Suárez, rival na Espanha e que retorna à seleção uruguaia após longa punição. O goleiro, contudo, afirma que a atenção especial do sistema defensivo não deve ser apenas no camisa 9 do Barça.

- A gente conhece o Suárez, mas outros jogadores sabem como ele joga. É lógico que merece um cuidado especial, mas outros também merecem atenção como o Cavani. Mas sempre que puder ajudar, farei. O Miranda e o David Luiz conhecem bem eles também - afirmou.

O sistema ofensivo uruguaio, que não terá a dupla de zaga titular Godín e Giménez para o duelo desta sexta-feira, foi um ponto destacado por Diego. Na avaliação do goleiro, isso não fará com que a Seleção tenha uma vantagem diante do adversário na Arena Pernambuco.

- A história diz que esse jogo é sempre difícil. O Uruguai sabe competir bastante, o futebol sul-americano sempre são jogos difíceis. Jogamos em casa, que é um ponto importante, e acho que podemos ganhar os dois jogos e ficar bem nas Eliminatórias.