Dunga - Brasil x Peru

(Foto: Mowapress)

Igor Siqueira
14/06/2016
11:58
Rio de Janeiro (RJ)

A mudança de técnico da Seleção Brasileira é questão de tempo. A CBF já tomou a decisão de demitir Dunga durante esta terça-feira, quando o treinador e o coordenador de Seleções Gilmar Rinaldi se reunirão com o presidente Marco Polo Del Nero.

A entidade, assim que confirmar a demissão do treinador, irá de imediato atrás de Tite, do Corinthians, que já abriu as portas para aceitar o convite, que seria feito pela terceira vez.

A situação de Gilmar Rinaldi não é tão clara quanto a de Dunga, mas gente da alta cúpula da entidade considera improvável que ele permaneça. Vai depender do papo com Tite a definição do substituto.


A CBF está com pressa. A entidade precisa enviar nesta quarta-feira uma pré-lista de 35 nomes para a disputa da Olimpíada. A ideia de momento é que o novo contratado, caso tudo dê certo com Tite, envie os nomes que ele quiser. Inicialmente, essa missão seria da atual comissão técnica, que estava programado para definir com Dunga nesta terça os nomes. A CBF tem encontrado dificuldade para conseguir a liberação dos jogadores.
O envio da pré-lista seria um passo para que o primeiro compromisso de Tite na Seleção seja a Rio-2016. Rogério Micale, da sub-20, seria uma alternativa.