Daniel Alves - Treino Seleção Brasileira

Daniel Alves será o capitão da Seleção nesta terça-feira (Foto: VANDERLEI ALMEIDA / AFP)

LANCE!
05/09/2016
20:53
Manaus (AM)

Daniel Alves sempre foi conhecido por sua sinceridade durante as entrevistas e liderança dentro de campo. Diante de sua experiência, já que defende a Seleção há 10 anos, o jogador foi escolhido por Tite para ser o capitão no duelo contra a Colômbia, nesta terça-feira, às 21h45 (de Brasília), em Manaus, pela oitava rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

Durante a coletiva após o último treino da Seleção, na Arena da Amazônia, o lateral falou sobre o posto que terá no duelo diante dos colombianos e destacou que essa coletividade de lideranças é muito importante.

- As várias lideranças são porque uns tem esse espírito, outros politicamente falando, outros por alguns outros motivos. Eu não insisto que haja maior importância em ser capitão. É uma honra muito grande representar essa galera com a braçadeira de capitão, mas um grupo precisa de um pouquinho da liderança de todos e acredito que aqui temos bastante disso - disse.

Outro ponto destacado por Daniel nesta retomada de boa fase da Seleção foi o atual ambiente. Para o jogador da Juventus (ITA), o clima vivido ultimamente é algo que ele não tinha há algum tempo.

- A Seleção tem um grupo muito promissor, com muita fome de resultado, de recriar uma identidade que sempre teve. E todos estamos hoje muito felizes pelo grupo que temos. Há muito tempo eu não sentia essa sensação que tenho com esse novo grupo, que, apesar de jogadores estreantes, parece que nos conhecemos de toda vida. Estamos lutando para ganhar uma estabilidade, uma identidade para que o torcedor possa se identificar com os jogadores que aqui estão. Esse é nosso maior objetivo. - afirmou.

Sobre a Colômbia, Daniel Alves espera um duelo complicado. Na avaliação do capitão da Seleção, o Brasil precisa jogar de forma organizada e aproveitar as oportunidades no duelo desta terça-feira.

- Esperamos sempre uma partida muito disputada contra a seleção colombiana, sempre foi assim. Acredito que nossa proposta é tentar ser organizada constantemente e pensando que temos oportunidade única de conseguir somar pela primeira vez na competição os seis pontos que estamos disputando. Temos que aproveitar as oportunidades.

O Brasil entrará em campo com Alisson, Daniel Alves, Miranda, Marquinhos e Marcelo; Casemiro, Renato Augusto e Paulinho; Willian, Gabriel Jesus e Neymar.