Sede da CBF (Foto: arquivo LANCE!)

CBF perde mais um grande patrocinador e a crise, além de política, passa a ser financeira (Foto: arquivo LANCE!)

LANCE!
04/02/2016
23:56
São Paulo (SP)

A crise que envolve a Confederação Brasileira de Futebol não tem afetado apenas a imagem da entidade. Os danos agora se estendem também para a questão financeira, com as saídas de diversos patrocinadores.

De acordo com o UOL, a Michelin, uma das principais fabricantes de pneus do mundo, é mais uma empresa a deixar de apoiar a Confederação.

Segundo o portal, o acordo entre a marca de pneus e a entidade máxima do futebol nacional era de cinco anos, mas com a necessidade de uma confirmação de renovação após os dois primeiros anos, o que acabou não acontecendo. As partes prometem se pronunciar em conjunto, em breve.

Envolta em crise inédita em sua história, inclusive com a prisão de um ex-presidente, José Maria Marin, e denúncias contra Marco Polo del Nero e Ricardo Teixeira, a CBF já havia perdido dois grandes patrocinadores anteriormente, a P&G e a Sadia.